Páginas

terça-feira, 11 de abril de 2017

Ele chegou vestido de mulher no funeral do amigo. Mas quando o motivo foi revelado, a família não pôde conter as lágrimas.


Imagem de reprodução
Parentes, familiares e amigos estavam reunidos em um cemitério para prestar as últimas homenagens a um rapaz chamado Elliot, que haviam morrido enquanto servia no Afeganistão.

Enquanto a mãe chorava inconsolavelmente e as outras pessoas remoíam lembranças boas do rapaz em vida, o evento foi interrompido por um jovem chamado Barry, melhor amigo de Elliot, que entrou no velório vestindo nada mais do que um vestido amarelo e meias fluorescentes. 



Embora o momento, a princípio, tenha causado estranheza nos presentes, ele de fato levantou curiosidade sobre o motivo. Quando Barry se explicou, todos ficaram emocionados e não puderam conter as lágrimas.



Segundo ele, ambos haviam se conhecido no colégio, onde eventualmente se tornaram melhores amigos. Como se consideravam irmãos, tinham um laço muito forte, e por isso decidiram ingressar juntos no exército. No entanto, esse laço foi quebrado quando Elliot morreu durante um confronto no Afeganistão.


A razão de Barry ter se vestido daquela forma no funeral era que, antes de saírem para a guerra, ambos prometeram um ao outro que voltariam vivos. Para garantir isso, decidiram impor um castigo para a quebra da promessa. A punição seria que, quem sobrevivesse seria obrigado a ir ao funeral do outro usando um vestido amarelo chamativo e meias rosa.




Barry explicou que à época explodiu em risos ao ouvir a ideia da promessa, mas que não imaginaria que ela teria de ser cumprida um dia. Quando os pais de Elliot descobriram sobre a história, ficaram emocionados e agradeceram a Barry pela amizade e grande carinho que tivera com o filho.


Informações: Little Things, via Jornal Ciência
Comentários
0 Comentários

Nenhum comentário :

Postar um comentário