Páginas

segunda-feira, 13 de março de 2017

Os vizinhos não entendiam porque havia um gemido saindo do poço. 10 depois, eles tiraram algo inacreditável de lá.


Imagem de reprodução
Em fevereiro deste ano, o Corpo de Bombeiros distrital de Beykoz em Istambul, Turquia, recebeu um telefonema desesperado de moradores do distrito de Dereseki. Eles tinham ouvido um choro ansioso na madrugada vindo de um poço e puderam ver que algo estava se movendo incessantemente lá no fundo. Mas quando os bombeiros chegaram, logo perceberam a dificuldade da situação: o poço tinha 70 metros de profundidade e apenas 30 cm de diâmetro.



Quando os bombeiros finalmente viram o que estava chorando desesperadamente no fundo, eles não puderam acreditar: era um cachorrinho que parecia ter somente uns quatro meses de vida. A equipe de resgate entrou em ação imediatamente. Eles sabiam que o filhote não sobreviveria por muito mais tempo sem comida e água, então eles desceram as provisões por uma corda. Os esforços seguintes para tentar laçar o cãozinho e puxá-lo para cima não foram bem sucedidos. 



A equipe de resgate trabalhou incansavelmente por dias, mas nada parecia funcionar. Finalmente, depois de 10 longos dias, eles receberam uma oferta que lhes renovou a esperança. Funcionários da escola secundária de ciências Bahçeşehir tinham ouvido falar da situação e criaram seu próprio plano de resgate, que envolvia usar um braço robótico que eles tinham desenvolvido. 



A operação de resgate levou três horas, mas foi um sucesso. Às 5:45 da manhã de 15 de fevereiro, o filhotinho foi finalmente retirado do poço.




Os salvadores chamaram o cãozinho de "Kuyu" , que significa poço em turco. Eles levaram o cachorrinho traumatizado para o veterinário para examiná-lo, e felizmente ele estava bem de saúde. 



Mas a melhor parte ainda estava por vir. Quando ninguém foi procurar por Kuyu, o quartel de bombeiros que o salvou decidiu adotá-lo. O cãozinho sortudo agora tinha uma grande e amorosa família para cuidar dele.



É sempre uma alegria ver como a comunidade pode se unir para evitar uma tragédia. Kuyu é um cachorro de muita sorte - se essas pessoas não tivessem pedido ajuda, a vida dele teria terminado no fundo daquele poço escuro.

Agora Kuyu é a mascote do quartel de bombeiros em tempo integral e ama cada minuto disso. É isso que se pode chamar de um final muito feliz!

Fonte: Little Things, via não acredito
Comentários
0 Comentários

Nenhum comentário :

Postar um comentário