Páginas

quarta-feira, 22 de março de 2017

Este rapaz modificou todo o seu carro e saiu com a namorada para dar uma volta. Mas, ele não imaginava que algo terrível pudesse acontecer.


Imagem de reprodução
Tom Putt, 20 anos e Nikki Willis, 23, foram encontrados mortos dentro de um Ford Fiesta ST Coroner, em dezembro do ano passado em Chelmsford, Essex (Inglaterra), segundo informações do Daily Mail. De acordo com legistas, o casal teria morrido por envenenamento de monóxido de carbono, que vazou por meio de uma lacuna entre o motor e escapamento do veículo que havia sido modificado.




Um inquérito sobre o caso apontou que Tom era um aficionado por carros e aprendiz de engenheiro mecânico. Logo, ele utilizou o seu Ford para uma série de modificações em uma tentativa de melhorar o desempenho do veículo. Ele havia removido o catalisador – utilizado para reduzir a toxicidade dos gases de escape do motor de combustão – e cortado as aberturas do capô do carro.
No entanto, uma lacuna foi deixada entre o escape e o motor, permitindo que a fumaça fosse sugada para dentro do carro. Testes revelaram que os níveis de monóxido de carbono dentro do veículo no momento do incidente eram 1.000 vezes maiores do que o limite de segurança. Como o gás é inodoro e insípido, o casal não tinha ideia que estava sendo envenenado.


De acordo com o detetive Robert Kirby, que investigou o caso, “um conjunto trágico de eventos se uniu para que esse trágico incidente acontecesse”. “Tom não era inexperiente. Ele tinha atuado como aprendiz em seu Ford por mais de um ano e já havia feito trabalhos no mesmo carro anteriormente”, continuou. “Gostaríamos de encorajar as pessoas a considerar se essas modificações valem as potenciais consequências”.
Tom e Nikki estavam juntos há seis meses, e o rapaz, que iria completar 21 anos maio, estava prestes a realizar um sonho de longa data: ver seu time do coração, o Manchester United, jogar no centenário estádio Old Trafford, sede do clube.

Daily Mail, via Jornal Ciência






Comentários
0 Comentários

Nenhum comentário :

Postar um comentário