Páginas

quinta-feira, 2 de março de 2017

Aos 11 anos, ele foi abandonado com seus 3 irmãos mais novos. Mas quando os policiais entraram na casa, eles não conseguiam acreditar no que viram


Imagem de reprodução
Ter uma família é uma grande responsabilidade, e a maioria dos adultos às vezes se veem sobrecarregados por isso. Mas eles podiam aprender uma coisa ou outra com este menino colombiano de 11 anos. 

Juan Pablo e seus três irmãozinhos não sabem nada sobre o seu pai, que nunca esteve por perto. E se isso não fosse ruim o bastante, um dia a mãe também foi embora e nunca mais voltou. As crianças esperaram em casa, mas ela não reapareceu. 
Pare por um segundo e apenas imagine-se com 11 anos enfrentando uma situação dessas. É difícil de imaginar, mas ainda assim esse garotinho encontrou forças e assumiu a responsabilidade. Ele fez com que todos continuassem frequentando a escola, e depois de aula ele ia para as ruas de Bogotá pedir comida para seus irmãos. Alguns dias eram piores do que outros, e quando a comida ficava escassa, ele procurava por restos nas lixeiras. 



Ele alimentou sua família, cuidou dela e manteve-a segura e saudável com um senso de responsabilidade que assustaria e partiria o coração da maioria dos adultos.
Quando os policiais chegaram, eles simplesmente não conseguiam acreditar. Contra todas as possibilidades, as crianças estava perfeitamente bem. Juan Pablo estava criando-os e estava fazendo isso bem. 
Ninguém conseguiu descobrir exatamente há quanto tempo eles tinham ficado sozinhos, mas Juan Pablo merece crédito por sua coragem extraordinária e senso de lealdade familiar. Nenhum dos pais foi encontrado, então as autoridades ficaram em custódia das crianças. Esperamos que Juan possa voltar a ser criança.
Juan Pablo é um herói na comunidade, tendo demonstrado uma maturidade raramente vista em uma criança tão jovem. O que ele fez não é fácil. Vamos esperar que ele seja amado e cuidado de agora em diante. Ele e seus irmãozinhos merecem isso! 

Fonte: Perfecto.guru, via Não Acredito
Comentários
0 Comentários

Nenhum comentário :

Postar um comentário