Páginas

quinta-feira, 16 de março de 2017

Alguém cortou o nariz e a calda deste cachorro. O que fizeram com este animal em seguida, me deixou emocionado.



Foi com tristeza que um cidadão alertou a Sociedade Humanitária de Michigan para a presença de um Rottweiler vagando pela sua vizinhança. E não é para menos: as feridas do cão eram totalmente horríveis. Suas orelhas, nariz e cauda tinham sido todos arrancados, suas patas tinham sido dilaceradas com cortes profundos. Quem quer que tenham atacado-o fez um trabalho cruelmente psicopata. 



Baron, como foi chamado, foi levado para o abrigo para receber cuidados, mas os veterinários estavam simplesmente horrorizados com o grau de violência que ele tinha sofrido.



Ele obviamente precisaria de cirurgia para reparar e proteger seu sistema respiratório, mas também necessitaria de um longo descanso para se recuperar do trauma terrível. 
O procedimento levou bem mais de duas horas, no qual os veterinários trabalharam no seu nariz e costuraram o que restou de sua cauda. 




Pouco a pouco, ele começou a se recuperar, a ganhar peso e a dormir. A organização estava determinada a não apenas ajudar Baron a recuperar o máximo possível de sua saúde, como também agir contra atos de violência extrema e deliberada contra um animal. 


"Este tipo de crueldade é inaceitável, nós precisamos dar voz a esses animais e, como uma comunidade, falar através de nossas ações para certificar de que isso não acontecerá de novo", seus cuidadores declararam em um anúncio público.



A Sociedade ofereceu US$ 2500 (aprox. R$ 7500) para quem ajudasse no caso, esperando obter informações sobre o(s) criminoso(s). O apoio veio de moradores locais que se emocionaram com o sofrimento de Baron. Uma campanha de financiamento coletivo foi imensamente bem sucedida, coletando um total de US$ 40 mil (aprox. R$ 120 mil) e chamando a atenção da mídia para o caso. 


Entre as pessoas que ouviram falar de Baron estavam Laura e Todd, que quase instantaneamente decidiram que tinham que adotá-lo.
Quando eles chegaram à Sociedade Humanitária para conhecer Baron, a reação dele foi totalmente adorável, manifestando muita bondade mesmo para uma criatura tão abusada e machucada. 
Ele ficou imediatamente curioso e afetuoso com o casal, talvez sentindo que agora estava em boas mãos. Como Todd descreveu: "O comportamento de Baron nesta manhã, quando o conhecemos pela primeira vez, nos mostrou que ele também nos escolheu."
O carniceiro que cometeu esse ato de brutalidade ainda não foi pego, mas as manifestações de simpatia e ajuda mostram quantas pessoas estão tomando conta desses animais tão vulneráveis. 
Parabéns ao Michigan Humane Society por fazer um trabalho excepcional tomando conta do Baron e trabalhando para assegurar que nenhum outro animal tenha que sofrer um pesadelo desses! 



Fonte: facebook / Michigan Humane Society, não Acredito
Comentários
0 Comentários

Nenhum comentário :

Postar um comentário