Páginas

sexta-feira, 24 de março de 2017

A família deste menino doente foi provocada e desprezada por vizinhos. A mídia, o chama de menino “máscara”.


Imagem de reprodução
Devido à deformação, Huikang, uma criança nascida na província de Hunan, no sul da China, parece ter duas faces, o que levou a mídia a chamá-lo de “menino de máscara

Huikang nasceu em 4 de março em 2009 em uma família humilde de agricultores da cidade Zhongsha na cidade de Xiangtan.
Em vez do sentimento de alegria que uma mãe teria ao ver seu bebê pela primeira vez, Yi Lianxi disse que ficou devastada. Ela falou que os médicos até evitaram mostrar-lhe o bebê inicialmente.



Yi Lianxi contou que foi submetida a três ultrassons comuns e a um com Doppler durante a gravidez, porém nenhuma deformação foi detectada. Vivendo em uma aldeia tradicional e empobrecida na China rural, a família de Huikang foi provocada e desprezada pelos vizinhos, devido à aparência incomum do menino.



A imprensa e o público expressaram simpatia por Huikang e sua família, que sofreu com despesas médicas altas. Wang Duquan, médico do hospital, disse a um repórter que a condição de Huikang é extremamente rara e muito séria. “Não só seus tecidos foram danificados, quebrados e movidos, seu osso temporal, maçãs do rosto, osso esfenoide e maxilar superior estão todos danificados”, relatou o médico. Com as doações do público, a família da criança foi capaz de pagar as operações cirúrgicas para Huikang em 2010, que custaram cerca de £ 47.200 (em torno de R$ 183.000).


Em 19 de maio e 1º de setembro, Huikang foi submetido a duas operações. Dr. Duquan, que conduziu o tratamento, disse que a operação foi bem-sucedida. No entanto, ele acrescentou que Huikang precisaria chegar aos 10 anos para ver se seus ossos faciais responderiam bem.Nos últimos sete anos, a história e as imagens de Huikang foram amplamente compartilhadas por diferentes meios de comunicação chineses. A maioria das pessoas ficou chocada com a condição de Huikang e procurava maneiras de ajudar a família. 

No mês passado, os relatos da história de Huikang apareceram novamente em sites de notícias em língua chinesa.


Informações: Daily Mail, via Jornal Ciência
Comentários
0 Comentários

Nenhum comentário :

Postar um comentário