Páginas

terça-feira, 7 de fevereiro de 2017

Por 10 meses, estes torturadores deixaram sua vítima faminta e com sede. Mas eles não contavam com a dedicação deste homem.


Imagem de reprodução
A polícia local de Granada, na Espanha, recebeu uma ligação de um morador preocupado de uma vila nos arredores da cidade. Ele havia encontrado uma cadela maltratada e em péssimo estado. As pessoas da ONG de proteção aos animais, Albergue de Animales Dog House, reagiram imediatamente e levaram a cadelinha extremamente fraca para o veterinário.







O pessoal do resgate ficou horrorizado com o estado dela, por isso nem quiseram ter muitas esperanças. Ela estava tão faminta que pesava pouco mais de 7kg. Cada osso do seu corpo podia ser visto através da pele.



A cadela estava tão magra que mal podia sustentar seu próprio peso. Os tratadores lhe deram o nome de Barilla, porque ela era tão fina quando um spaghetti.


Os veterinários estavam com medo de que os seus órgãos falhassem a qualquer momento. Ninguém sabia se ela sobreviveria àquela noite. Mas eles podiam ver a última centelha de brilho nos olhos de Barilla: ela era uma guerreira.


Antes de poderem dar a ela qualquer comida, os veterinários tiveram que lhe dar uma infusão para estabilizar sua circulação. Depois lhe deram uma pequena porção de comida e um pouco de água.




Ela recebeu 5-6 pequenas porções de comida todos os dias e começou a recuperar o peso e a auto confiança.

Seus tratadores estipularam que ela tivesse por volta de 10 meses e que tenha ficado trancada desde o seu nascimento por seu torturador, que mal a alimentava ou lhe dava água. Felizmente, Barilla teve a chance de aprender que também existem pessoas boas por aí.


Sua saúde melhorou a cada semana e sua beleza foi lentamente revelada. Os veterinários acreditam que ela seja fruto de um cruzamento de Pastor Belga.
Pela primeira vez na vida, Barilla tem uma aparência orgulhosa e saudável e pode ter a esperança de um futuro feliz. Que bom que ela conseguiu escapar de uma situação trágica.



Mas nós guardamos o melhor para o final. Quando o protetor de animais Eduardo Rodriguez viu Barilla, foi amor à primeira vista e ele decidiu levá-la para casa.



Ela foi recebida de braços abertos por ele, sua mulher, sua filha, e mais outros 5 amigos de quatro patas.



Barilla tem muitos dias felizes pela frente, e tomara que consiga esquecer os horrores do passado. As autoridades ainda estão procurando o cruel torturador que a tratou tão mal. Pelo menos a história dela teve um final feliz.


Não Acredito
Comentários
0 Comentários

Nenhum comentário :

Postar um comentário