Páginas

segunda-feira, 6 de fevereiro de 2017

Esta mulher estava fazendo trilha, quando encontrou um cão morrendo. Depois, ela descobriu a triste verdade.


Imagem de reprodução
Andi Davis, de Phoenix, nos Estados Unidos, ama fazer trilhas. Ela conhece todos os caminhos por entre as montanhas da cidade como a palma de sua mão, mas ela não estava preparada para o que encontrou nesse dia. Jogado nas rochas estava um pitbull que aparentava estar morto.







Na verdade, quando checou melhor, ela viu que o cachorro estava vivo, mas não conseguia mover as patas. Andi deu ao animal sedento a água de sua garrafa e pensou no que deveria fazer. Um pitbull não é um bichinho de pelúcia, mas a mulher, que estava em boa forma, levantou o animal de 20kg e o carregou montanha abaixo por mais de uma hora. Ela estava decidida a salvar sua vida.
Lá embaixo, Andi encontrou sua filha Jessica e seu marido. Os dois quase caíram para trás quando viram a mulher com um cão enorme em seus braços. Eles imediatamente levaram o animal pro veterinário. Lá, o bichinho ferido passou por um check-up e eles fizeram uma descoberta chocante: o pitbull havia levado um tiro. Ainda havia estilhaços em seu pescoço.
Uma cirurgia salvou a vida do cachorro. A família deu a ele o nome "Elijah", mas o que eles fariam com ele agora? 

Eles já tinham três cachorros, um, inclusive, havia sido recentemente atacado por um pitbull. Acima de tudo, os pais estavam temerosos pela segurança de sua filha mais nova, Jessica.


Mas a menina implorou aos pais para ficarem com o cachorro. Eles cederam ao pedido da filha e adotaram Elijah. O cão se deu maravilhosamente bem com os outros três cachorros e conquistou o coração da família Davis. Jessica ama o pitbull mais do que tudo. Seus amigos de escola ficam pasmos quando a veem brincando com um animal tão poderoso. Os Davis não se arrependem da adoção do gentil pitbull nem por um segundo.



Eu não sei vocês, mas eu tenho certo medo de pitbulls. Porém, a história de Elijah me mostrou que nem sempre eles são agressivos e mortais. Na verdade, cheguei a conclusão de que os seres humanos, esses sim, são bem mais perigosos!

Não Acredito
Comentários
0 Comentários

Nenhum comentário :

Postar um comentário