Páginas

terça-feira, 21 de fevereiro de 2017

Brasileira presa com drogas nas Filipinas chora ao telefone e diz que sofre bullying na prisão


Imagem de reprodução
Yasmin Fernandes Silva, 20 anos, que está presa nas Filipinas desde outubro de 2016, após tentar entrar com um travesseiro cheio de cocaína no país. 

A mãe de Yasmin conseguiu após muitas tentativas conversar com a filha e afirma que a filha pede ajuda para que a sessão aconteça no Brasil. “O Brasil precisa fazer algo para me ajudar, é o meu país”, diz a jovem no telefone. O Itamaraty acompanha de perto o caso, mas descarta uma possível extradição pela condição da situação.
Yasmin está num presídio feminino da região metropolitana de Manila, onde água potável e cama para dormir tem que ser pagas pelas detentas. Mas ela reclama do tratamento que recebe no local “Eu não falo a língua deles, eu não falo inglês, não entendo o que eles falam; fazem bullying comigo, tudo é culpa minha. Não quero passar o resto da vida nesse lugar, é muito ruim”, detalha.
O presidente filipino Rodrigo Duterte, que trava uma dura guerra contra o narcotráfico, não descarta restabelecer a pena de morte no país. A lei filipina prevê penas de até 40 anos de prisão por tráfico de drogas.


As informações são da Band, via UOl
Comentários
0 Comentários

Nenhum comentário :

Postar um comentário