Páginas

terça-feira, 10 de janeiro de 2017

9 museus mais assustadores do mundo


Imagem de reprodução
As pessoas costumam ir a museus para aprender, apreciar a beleza e celebrar a História, mas esses 9 museus podem causar arrepios e pesadelos. Eles estão cheios de itens que poderiam compor o cenário de um filme de terror.





Assista ao vídeo para ver a biblioteca de imagens completa desses museus :



1 – O Museu da Morte – Los Angeles, Califórnia, EUA

Ele abriga a maior coleção de obras de arte que foi criada por assassinos em série. O local contém fotos de terríveis cenas de crimes reais e diversas autópsias. Há salas cheias de objetos funerários e instrumentos de embalsamamento, fotos de execução, exposições de vários casos de assassinato e uma sala estritamente centrada em morte por suicídio.



2 – The Vent Haven Ventriloquist Museum – Kentucky, EUA

Marionetes podem nos remeter a festivais, mas quando observamos, é possível perceber quão assustadoras são. Elas parecem ter vida e personalidade: contam piadas, reviram os olhos e parecem ter suas próprias mentes.


Se um boneco como esse é assustador, imagine uma coleção inteira com mais de 700. Todos sentados em cadeiras, olhando para você com os olhos vagos. Vent Haven Ventriloquist Museum, localizado em Kentucky, é o único museu do mundo sobre a atividade de ventríloquo.

3 – Museu das Múmias – Guanajuato, México

Um museu extremamente assustador pode ser encontrado na cidade de Guanajuanto, México. Cerca de 111 corpos mumificados de homens, mulheres e crianças estão em exibição, muitos com bocas escancaradas, como se tivessem sido enterrados vivos. Estes corpos datam de um surto de cólera na região, em 1833. Eles foram gradualmente retirados de seus lugares, entre 1865 e 1958, porque seus parentes não puderam pagar impostos para mantê-los no local.


O museu se desenvolveu porque turistas pagavam trabalhadores do cemitério para visitar os corpos preservados, que foram mantidos em um edifício. Ao visualizar esta coleção macabra, você pode ver a menor múmia do mundo, um feto de uma mulher grávida que foi vítima da cólera. Outras múmias estão vestidas com as roupas que foram enterradas.


4 – Musee Dupuytren – Paris, França

Este museu em Paris está repleto de anormalidades médicas. Foi aberto em 1835 por um anatomista parisiense famoso, que recolheu fetos doentes, esqueletos e órgãos humanos. Esta coleção contém 6.000 itens e inclui frascos com partes deformadas do corpo humano, gêmeos siameses e bebês que nasceram com o intestino exposto.



Existem modelos de cera de cabeças humanas com cistos, lábios leporinos e defeitos de nascimento assustadoramente indefiníveis. Claro, há frascos de vidro cheios de cérebros flutuantes de pacientes afásicos, preservados em álcool. Este museu certamente afeta até o visitante mais insensível.

5 – Glore Psychiatric Museum – Missouri, EUA

A sensação de perigo e cautela é ativada ao entrar no estranho acervo. O museu foi inaugurado em 1968 em um hospital psiquiátrico, que originalmente tinha sido batizado como “State Lunatic Asylum #2”, em 1874. A melancolia permeia os corredores aqui, já que há muito tempo era possível ouvir os gritos das pessoas presas no local. Estão expostas técnicas psiquiátricas, ferramentas, além de equipamentos que recriam o cenário em manequins.



6 – Mütter Museum – Pensilvânia, EUA

Ele possui uma coleção de anomalias médicas. O museu foi criado em 1858 e exibe cérebros reais de assassinos e epiléticos, uma parede de crânios, um molde de gesso dos infames gêmeos siameses Chang e Eng – incluindo o fígado que os gêmeos compartilharam – além de um esqueleto pertencente a um “homem gigante”. Também há frascos cheios de criaturas que são supostamente seres humanos e fotos de vítimas de doenças e deformidades incomuns.



7 – Museu de Antropologia Criminal de Lombroso – Turim, Itália

Mais de 400 crânios humanos estão no museu criado em 1898 por Cesare Lombroso. Lombroso era obcecado pela ideia de que comportamento desviante e tendências criminosas andavam de mãos dadas com a forma do crânio. Sua coleção também contém esqueletos, cérebros, imagens de dissecações, instrumentos antigos e armas que foram usadas em crimes reais.



8 – Museu de Parasitologia – Meguro, Japão

Enquanto instrumentos de tortura e esqueletos assustam a maioria das pessoas, às vezes as coisas mais assustadoras estão próximas de nós. Uma visita a esse museu vai fazer você sentir nojo de tudo ao seu redor.


Este museu, inaugurado em 1953, é o único do mundo dedicado ao assunto. Com mais de 45.000 itens em sua coleção, ele exibe cerca de 300 deles por vez. É possível ver uma tênia de 8,8 metros de comprimento que foi retirada de um ser humano vivo, animais preservados cujos corpos foram devastados pela invasão parasitária – como uma tartaruga cuja língua foi substituída por um parasita. Há fotos como a de um homem cujo escroto foi tão ampliado pela invasão parasitária que descia até quase os tornozelos.


9 – Catacumbas dos Capuchinos – Palermo, Itália

Um dos locais mais mórbidos pode ser encontrado em Palermo, na Itália, debaixo do cemitério do século 16. As catacumbas são essencialmente uma coleção de mais de 8.000 corpos mumificados de pessoas que morreram entre os séculos 17 e 19. Os corpos estão em exposição e revestem as paredes em câmaras subterrâneas labirínticas, silenciosamente empoleirados em um tributo assustador às vidas que eles viveram há muitos séculos.


Divididos por classe e status, como eles provavelmente estavam em vida, os homens são mantidos separados de mulheres e crianças, enquanto que padres, monges, professores e até mesmo virgens têm suas próprias seções.

Informações e fotos Oddee, via Jornal Ciência
Comentários
0 Comentários

Nenhum comentário :

Postar um comentário