Páginas

quarta-feira, 21 de dezembro de 2016

TOP 13 fotos impactantes que marcaram a história e chocaram o mundo; veja


Imagem de reprodução
A revista norte-americana TIME compilou a 100 fotos mais importantes da História com a ajuda de editores de fotografia, historiadores e curadores.

“O critério para uma foto entrar nesse seletivo ‘hall da fama’ das fotos, era que devia retratar pontos de transformação em nossa experiência humana” segundo a revista. Partindo desse pressuposto, a revista apresentou uma variada coleção de fotos que foram e são importantes para a humanidade. Confira aqui, uma lista com 21 dessas fotos que tem poder imensurável.




1 – O Monge em Chamas, Malcolm Browne, 1963

O monge mahayana, durante uma manifestação contra a proposta religiosa do governo de Ngo Dinh Diem, ateou fogo em seu próprio corpo em Saigon, no Vietnam do Sul em 11 de junho de 1963. O fotógrafo Malcolm Browne que estava cobrindo a guerra dos EUA contra o Vietnam, fotografou o suicídio e a foto lhe rendeu o Prêmio Pulitzer.


2 – O Terror da Guerra, Nick Ut, 1972

O fotógrafo Huynh Cong Ut, conhecido como Nick Ut, registrou crianças correndo de um ataque de bomba Napalm em Trang Bang, na Guerra do Vietnam. Na foto, uma das mais conhecidas modernamente, a menina vietnamita Phan Thị Kim Phúc que na época tinha 9 anos aparece correndo desesperadamente e chorando nua. Após essa icônica foto rodar o mundo, Phan Thị Kim Phúc ficou conhecida como “Menina Napalm” e apesar de sofrer queimaduras no corpo, ela sobreviveu.


3 – A Criança Faminta e o Abutre, Kevin Carter, 1993



Esta foto, tirada pelo fotojornalista sul-africano Kevin Carter recebeu duras críticas. A foto foi tirada no Sudão, e, segundo o fotógrafo, os pais dela tinham ido a um centro de alimentação das Nações Unidas pegar comida para a família e deixaram a criança sozinha. O que poucos sabem é que o fotógrafo estava cercado de soldados sudaneses que o não deixavam interferir em várias situações. Após esperar 20 minutos para fazer o registro, Carter contrariou a ordem e espantou o abutre.
O jornal The New York Times que publicou a foto, recebeu muitas cartas perguntando o que havia acontecido com a menina, e então publicou uma nota explicando o ocorrido. Carter fazia parte de um grupo chamado “Bang Bang Club”, de fotojornalistas dos conflitos armados africanos. Ele ganhou o Prêmio Pulitzer pela foto, mas se matou aos 33 anos.


4 – Almoço no Topo de um Arranha-céu, 1932

A foto mostrando 11 trabalhadores comendo na estrutura de uma construção de quase 260 metros de altura é realmente um clássico da fotografia. Feita nos últimos meses de construção do Rockefeller Center, hoje Edifício GE, em Nova Iorque, a imagem gerou suspeitas de se tratar de uma montagem desde sua primeira publicação, no jornal New York Herald Tribune.
O crédito desta foto até hoje não é totalmente certo, mas muitos atribuem ao fotógrafo Charles C. Ebbets, ou ao fotógrafo Lewis Hine, que registravam as péssimas condições dos trabalhadores imigrantes na época. Mesmo que a foto não tenha autoria certa, sem dúvida é uma das mais marcantes da História.



5 – O Homem dos Tanques, Jeff Widener, 1989


Esta foto que rodou o mundo, foi tirada perto da Praça da Paz Celestial, na avenida Chang’an que corta a Cidade Proibida, na capital chinesa de Pequim, em 1989. O Homem dos Tanques, ou como também é conhecido “O Rebelde desconhecido”, retrata um homem que durante protestos ficou parado na frente de tanques de guerra chineses, e foi tirada pelo fotógrafo Jeff Widener da sacada do Beijing Hotel, que ficava cerca de 800 metros do local onde ocorreu a famosa cena.
Mesmo os tanques tentando desviar do homem, ele continuou na frente do tanque, impedindo que passassem. Existem outras versões desta mesma fotografia de diferentes ângulos, mas a tirada por Jeff Widene é a conhecida no mundo todo.


6 – O Homem que Cai, Richard Drew, 2001

Essa foto é uma das mais emblemáticas do atentado terrorista às Torres Gêmeas que ocorreu em 11 de setembro de 2001 na cidade de Nova York. Ela foi registrada pelo fotógrafo Richard Drew, escalado para cobrir um desfile naquela manhã, mas foi logo enviado para cobrir o atentado. Richard conseguiu fotografar uma sequência de 12 quadros do homem em queda livre.
A fotografia estampou o The New York Times, mas foi parar também em diversos jornais e revistas dos Estados Unidos e do mundo. O homem que se jogou do altíssimo arranha-céu permanece anônimo até os dias de hoje, pois ninguém confirmou oficialmente sua identidade.


7 – Aylan Kurdi, Nilüfer Demir, 2015

Essa fotografia tirada pela fotojornalista turca Nilüfer Demir, ficou muito famosa no ano passado em meio à crise migratória na Europa. A fotógrafa se deparou com o menino na praia de Ali Hoca, em Bodrum, na Turquia. O menino, bem como sua família, era de Kobane, uma cidade curda-síria na fronteira da Turquia e estava fugindo dos conflitos entre extremistas muçulmanos e a forças armadas curdas.
Eles tentavam atravessar o Mar Egeu em um bote que carregava 17 pessoas, quando virou na tentativa de fugir para a Grécia. A fotógrafa Nilüfer Demir conta que ficou petrificada ao tirar a foto e quis compartilhar seu sentimento. O mundo inteiro ficou consternado e chocado com essa imagem, que é uma das mais importantes dos últimos tempos.


8 – Nascer da Terra, William Anders, NASA, 1968

Essa é uma das fotos mais bonitas já tiradas. Ela foi registrada durante a missão Apollo 8 à Lua por Willians Anders em 1968. Willians estava acompanhado dos astronautas Frank Borman e James Lovell que partiram para missão de orbitar a Lua. A bordo do foguete Saturno V, eles deram 10 voltas na Lua, sobrevoaram seu “Lado Oculto” e puderam observar a Terra nascer da perspectiva da Lua.
Essa foto é quase que um presente para nós, tamanha a beleza do nosso Planeta.


9 – A Nuvem de Cogumelo sobre Nagasaki, Tenente Charles Levy, 1945

Durante a Segunda Guerra Mundial, os Estados Unidos bombardearam as cidades japonesas de Hiroshima e Nagasaki, como uma resposta ao ataque japonês à base norte-americana de Pearl Harbor. A foto que chocou o mundo é da nuvem de cogumelo gerada pela explosão da bomba atômica lançada na cidade de Nagasaki.
A imagem foi feita pelo Tenente Charles Levy que comentou: “Era púrpura, vermelha, branca, todas as cores – algo parecido com o café fervente, parecia vivo” Estima-se que o número de mortos foi de 80.000 pessoas.



10 – Escape de Fogo, Stanley Forman, 1975

No dia 22 de julho de 1975, um prédio em chamas na Marlborough Street, em Boston, rendeu uma das fotos mais marcantes da História. Diana Brant de 19 anos e sua afilhada, Tiare Jones, tentavam fugir do incêndio pela escada de emergência quando o fogo destruiu essa escada fazendo com que as duas caíssem.
O fotógrafo Stanley Forman, que trabalhava no jornal Boston Herald, foi enviado para o local do incidente e registrou essa foto que lhe rendeu o Prêmio Pulitzer de 1976. Diana morreu na queda, sua afilhada, Tiare, caiu em cima do corpo de Diana e sobreviveu. A foto do caso fez com que as autoridades de Boston repensassem as técnicas de salvamento em incêndios bem como as estruturas de emergência.


11 – Domingo Sangrento, H.S. Wong, 1937

A Guerra Sino-Japonesa, que durou de 1931 a 1945, foi uma das mais sangrentas e horríveis do Planeta. Uma foto mostra bem o horror causado pela guerra. Foi a foto feita em 1937 por H.S. Wong, que registrou os danos de um ataque aéreo japonês em Xangai, o que ficou conhecido como Batalha de Xangai.
Na foto, podemos ver um bebê ferido nas ruínas da Estação Ferroviária do Sul de Xangai. Essa imagem gerou revolta e indignação do ocidente contra os japoneses.


12 – O Garoto Albino, Biafra, Don McCullin, 1969

Esta foto é uma das mais chocantes sobre fome e a pobreza extrema no mundo. Tirada na República da Biafra, um estado secessionista do sudeste da Nigéria que existiu por cerca de 3 anos. Na imagem, um menino negro albino, extremamente magro devido ao raquitismo choca as pessoas. Segundo o fotógrafo Don McCullin “outras crianças famintas estavam caindo mortas na cena”.


13 – O Desastre de Hindenburg, Sam Shere, 1937

No dia 6 de maio de 1937, o dirigível Hinderburg explodiu na cidade de Lakehurst, próximo a Nova York. O maior zepelim do mundo, que tinha 245 metros de comprimento, 41,5 metros de diâmetro, voava a 135 km/h, explodiu devido a um vazamento de hidrogênio e deixou 35 pessoas mortas. O fotógrafo Sam Shere, registrou o momento exato da explosão, o que tornou a foto uma das mais chocantes do mundo.



Informações: TIME / Tecno arte news, fotos: Reprodução / ESPN / Tecno arte news / Rare Historical Photos /Iomography / BBC 
Comentários
0 Comentários

Nenhum comentário :

Postar um comentário

UOL Cliques