Páginas

terça-feira, 13 de dezembro de 2016

Mulher de 35 anos vive em corpo de bebê no Ceará. Ela não seria assim, se não fosse ESSA tragédia!


Imagem de reprodução
Maria Audenete é uma das duas enteadas de Dora. Ela nasceu em 7 de maio de 1981, então ela tem 35 anos agora. Mas você nunca imaginaria isso se você a visse!

Na verdade, ela ainda se parece com um bebê. Você deve se perguntar em qual fonte da juventude Maria foi mergulhada, mas, infelizmente, foi um caso extremo de hipertireoidismo que criou uma enorme deficiência no hormônio que a tireóide dela normalmente produziria.


Quando ela tinha nove meses, essa doença autoimune interrompeu completamente seu desenvolvimento físico, mental e cognitivo. A verdadeira tragédia é que ela poderia ter sido facilmente curada com o tratamento adequado. Mas sua família, que mora em um barraco de terra batida no interior do Ceará, não teve acesso a cuidados médicos ou outras necessidades básicas para tratar sua doença.
Porém, felizmente para a pequena Maria, ela está cercada por uma família amorosa. A mãe dela morreu há treze anos, mas seu pai eventualmente se casou com Dora. Maria ainda vive com ele, assim como sua irmã, e recebe toda a atenção que precisa.
Dora acredita que parte do seu propósito na Terra é guiar essa pessoinha querida, assumindo de onde a mãe de Maria parou. Ela a considera um presente do céu. Mas não é fácil encontrar aceitação na comunidade. Eles não podem manter Maria em segredo, e eles também não iriam querer isso. Na verdade, eles até receberam boas notícias ao contar a situação.
O corpo médico docente da Universidade do Ceará soube do caso de Maria e decidiu ajudá-la. Eles querem dar a ela o tratamento que ela precisa, o que deve pelo menos permitir que ela comece a andar e a falar!
Este é um caso raro e fascinante, meio que um “Benjamin Button” da vida real, que ainda tem o corpo e alma de uma criança. Mas a família dela a aceita como ela é e eles são tão bons quanto podem ser para a pequena Maria.

Não Acredito
Comentários
0 Comentários

Nenhum comentário :

Postar um comentário

UOL Cliques