Páginas

sexta-feira, 16 de dezembro de 2016

Homem fica preso injustamente por 31 anos, entra na justiça, e recebe indenização de R$ 254 do governo


Imagem de reprodução
Lawrence McKinney, 60 anos, passou mais da metade da vida preso em uma cadeia nos Estados Unidos, depois de ter sido apontado por uma mulher como um dos homens que havia atacado ela no quarto em 1978. Julgado por estupro e roubo McKinney, foi condenado a 115 anos de prisão e, somente 31 anos depois um teste de DNA revelou sua inocência.

Na busca por uma indenização pelo tempo que ficou recluso injustamente, McKinney acionou os advogados, mas para sua surpresa, mesmo tendo ficado 31 anos e 9 meses preso, ele teve o pedido de compensação financeira de R$ 1 milhão negado duas vezes, recebendo o valor irrisório de US$ 75, aproximadamente R$ 254.
Em entrevista à rede de TV CBS, desabafou: “Eu não tenho vida. Minha vida foi tirada de mim.”
O advogado de McKinney, Jack Lowery, disse que o cliente merece uma reparação por ter passado mais da metade da vida preso. “Não é justo que ele não receba uma compensação por ter sido condenado injustamente”, disse o advogado.
O futuro de McKinney está nas mãos do governador do Tennessee, Bill Haslam, que deve tomar a decisão final que pode vir a qualquer momento. Depois de esperar 31 anos pela liberdade, ele disse que não custa nada esperar um pouco mais.

Veja também:



Com informações da CBS, via O Viral
Comentários
0 Comentários

Nenhum comentário :

Postar um comentário