Páginas

quinta-feira, 15 de dezembro de 2016

Este menino de 7 anos bate em seu pai durante a noite mas ele não reage. O que acontece depois, vai te deixar chocado!


Imagem de reprodução
James Sellers, um pai de 37 anos do País de Gales, no Reino Unido, decidiu que precisava compartilhar o que o seu filho estava passando.

Até seus filhos Logan e Francheska completarem sete anos, a vida era bem normal para a família Sellers. Mas uma noite naquele ano, Logan começou a sentir uma coceira no olho.

Não parecia algo fora do comum até, de repente, o olho do menino sair da cavidade ocular.



Eles correram para o hospital, onde os médicos puderam estabelecer que o olho estava se movendo devido a um tumor. Isso foi seguido de um terrível diagnóstico: Logan tinha uma forma rara de câncer: rabdomiossarcoma, que afeta crianças com maior frequência. A doença logo viraria a vida de Logan de cabeça para baixo.




Help Logan fight his Cancer battle


James falou que seu filho acordava no meio da noite, "suando, gritando, chorando e batia nele, sem motivo aparente", e ia ficando continuamente doente. Nós às vezes temos uma ideia, por causa das histórias tocantes que circulam por aí, que crianças com doenças sérias são sempre altruístas e angelicais. Isso é lindo, nos raros casos em que isso acontece.
Mas viver com medo constante e dor já é incrivelmente desafiador para um adulto, e o fato é que as crianças são ainda menos preparadas para aguentarem esse nível de estresse. O câncer de Logan afetou seu humor e roubou dele o desejo de comer, beber ou brincar. Ele teve dificuldade para entender por que ele se sentia tão mal e o que fazer a respeito disso, e como resultado, ele se sentia frustrado e com raiva de seu pai. Também não havia muita coisa que James pudesse fazer. Ele simplesmente tentou de tudo para confortar seu filho.

Help Logan fight his Cancer battle

Então ele soube de um possível tratamento disponível nos Estados Unidos e tomou a grande decisão de se mudar para o Tennessee para ir atrás da cura. Isso também permitiu que toda família pudesse começar do zero novamente.
Mas James tem que se reajustar à vida com muitas preocupações: "Mesmo que nós estejamos nos divertindo com os passeios que planejamos, toda noite eu sento na cama quando eles estão dormindo e penso: este tratamento vai funcionar? O meu garotinho vai ficar bem? Eu vou acordar e descobrir que o meu garotinho perdeu sua batalha e morreu durante a noite?"

Help Logan fight his Cancer battle

Não há nada mais difícil do que passar por um momento doloroso e assustador sozinho. James se deu conta de que precisava de apoio. E para não se sentir só, foi importante compartilhar o que Logan estava realmente passando. Então ele criou uma página no Facebook onde podia postar fotos da experiência de seu filho, e uma página no GoFundMe, para arrecadar fundos para a mudança e o tratamento nos EUA. Eles já conseguiram arrecadar mais de $5,000 (cerca de 16.550 reais). A repercussão das duas páginas deram a Logan e toda sua família algum conforto no momento que eles mais precisavam.
James até ousou publicar fotos de Logan que realmente mostram sua dor, e todos que a veem reconhecem quão fortes elas são.
Esse é um pai que se importa profundamente. Pais com filhos muito doentes passam por uma provação muito pessoal enquanto seus filhos lutam contra a doença: "As pessoas precisam perceber o que isso faz com uma família. Às vezes eu simplesmente não sei o que fazer, mas ao mesmo tempo eu me recuso a mostrar minhas emoções para os gêmeos. Eu tenho que permanecer forte. Logan e Francheska são a minha vida, e até eles estarem felizes e saudáveis, todo o resto para. Eu tenho que ser forte para eles."

Help Logan fight his Cancer battle

É impossível não desejar a Logan e toda a família Sellers boa sorte em Tennessee. Vamos torcer para esse menino receber todo o tratamento que precisa, se recuperar, e crescer o bastante para apreciar a enorme luta que seu pai travou por ele. Porém, agora, ele só precisa de amor, atenção e a cura de sua doença.

Não Acredito
Comentários
0 Comentários

Nenhum comentário :

Postar um comentário