Páginas

terça-feira, 20 de dezembro de 2016

Agentes da alfândega viram garrafas se mexendo. Quando eles perceberam os olhos, pegaram as tesouras


Imagem de reprodução
A vida de um animal geralmente não significa muito para um caçador. Eles continuam o contrabando de marfim, pele ou até de animais vivos sem considerarem os impactos que isso tem para o mundo. A regra de ouro da caça ilegal é: quanto mais raro o animal, maior o lucro. As práticas cruéis da caça são bastante conhecidas, mas um achado recente dos agentes alfandegário da Indonésia elevou esta crueldade a níveis absurdos: Primeiro, os agentes não conseguiram dizer que criatura estava enfiada dentro das garrafas plásticas. Esta foi uma tentativa de negociar ilegalmente Cacatuas de Crista Amarela.


Estas lindas aves são vendidas em média a R$3025 cada no mercado negro. Mas isto é só a ponta do iceberg: é estimado que o comércio ilegal de animais ganhe mais de 22 bilhões de dólares de receita por ano. Esta crescente indústria causa efeitos devastadores na flora e fauna local.
Só na Indonésia existem 13 espécies de pássaros e numerosas sub-espécies, que correm risco de extinção, um resultado direto da caça e comércio ilegal de animais. Claro que este problema não afeta apenas os países da Ásia, mas o mundo todo. Suspeita-se que cartéis poderosos estejam por trás destas operações, que são, aparentemente, quase tão lucrativas quanto o tráfico de drogas e o tráfico humano.
Os caçadores estão, na verdade, prejudicando o seu próprio negócio. Esta prática é a grande causa da extinção das espécies, o que, naturalmente, causa problemas para estes mesmos caçadores. Muitos deles estão tentando criar estes animais em cativeiro. Parece que a demanda está crescendo, assim como o mercado negro.


Até agora, o comércio ilegal de aves está focado principalmente em países do Leste Asiático, mas é só um questão de tempo até as aves nativas dos outros continentes serem o alvo. Aves em extinção existem na maioria das regiões do mundo.



Já passou da hora destes caçadores serem detidos. O primeiro passo é lançar uma luz sobre esta terrível prática ilegal. Compartilhe este artigo se você quer ver o fim desta loucura!

Não Acredito
Comentários
0 Comentários

Nenhum comentário :

Postar um comentário