Páginas

quinta-feira, 10 de novembro de 2016

Quatro médicos disseram que ela não tinha motivos para se preocupar. Mas o quinto lhe disse a terrível verdade.


Em janeiro de 2016, Rachael Sawka, de Winnipeg, Canadá, notou um pequeno caroço na nuca. Quando ela foi ao médico para ver o que era, ele disse a ela que era apenas um cisto. Naquele estágio o caroço era apenas do tamanho de uma moeda e Rachael não estava muito preocupada. Mas quando ele começou a crescer, Rachael decidiu buscar uma segunda opinião e ouviu desse médico, e depois de mais outros dois, que o caroço era apenas um cisto e que por isso ela não tinha que se preocupar. Porém, Rachael sabia que havia algo de muito errado e consultou um quinto médico que finalmente foi capaz de dar o diagnóstico correto: ela estava com um tumor cancerígeno que chegou a quase 18 cm de largura.








Rachael passou por uma cirurgia na qual parte de seu crânio foi removido e substituído por uma placa de titânio. Em sua opinião, esse tipo de cirurgia extremamente invasiva não teria sido necessária se ela tivesse recebido o diagnóstico correto desde o início.

Assista ao vídeo:
Felizmente a operação foi um sucesso e ela agora está ansiosa por sua completa recuperação. Mas Rachael está determinada a informar sobre esse problema e está encorajando outras pessoas a seguirem seus instintos e buscarem uma segunda ou terceira opinião quando acharem que têm um problema sério de saúde.
A Autoridade Regional de Saúde de Winnipeg se desculpou com Rachael desde o ocorrido, mas ela não tem mágoas e simplesmente quer seguir com a sua vida.



Comentários
0 Comentários

Nenhum comentário :

Postar um comentário