Páginas

sexta-feira, 4 de novembro de 2016

Mulher deixa escapar flatulência durante cirurgia e causa incêndio na sala de operação


Imagem de reprodução
Um acidente inusitado ocorreu no Hospital Universitário de Tóquio, no Japão. Uma mulher de 30 anos emitiu gases (o famoso “pum”) durante uma cirurgia e acabou causando um incêndio na sala de operação.
O caso aconteceu em abril, mas a divulgação só ocorreu esta semana, devido ao processo de investigação.



A paciente em questão estava sendo submetida a um procedimento a laser no colo do útero quando emitiu os gases que entraram em contato com o laser, causando as chamas. Ela acabou ficando com várias queimaduras pelo corpo.
O laudo chegou à conclusão que “materiais inflamáveis liberados pela paciente foram responsáveis pelo incêndio”. O relatório ainda atestou que não houve falha nos equipamentos utilizados na cirurgia.
“Quando o gás intestinal da paciente vazou no ambiente da operação, houve contato com a irradiação do laser, o que provocou as chamas. As chamas atingiram as cortinas e levaram ao incêndio”, finaliza o documento.

Com informações da ABC




Comentários
0 Comentários

Nenhum comentário :

Postar um comentário