Páginas

terça-feira, 8 de novembro de 2016

Essa mulher é humilhada em sua cidade após doença deformar seu rosto. O que o marido dela faz logo em seguida, me fez chorar!


Imagem de reprodução
Samira Benhar, uma mãe de 39 anos, de Casablanca, Marrocos, sofria de neurofibromatose, uma doença genética que provoca um crescimento incontrolável ao longo dos nervos.

Logo, seu rosto foi desfigurado por dois tumores, que caíam pelo lado direito e cobria completamente um de seus olhos. A aparência fez ela ser humilhada em sua cidade, chegando a ser rejeitada pelo próprio marido. Contudo, após uma cirurgia drástica, realizada na Espanha, ela retirou o crescimento extra e reconstruiu seu rosto. Agora, afirma estar animada para começar uma nova fase de sua vida.
Em uma coletiva de imprensa sobre sua cirurgia, ela disse que esteve muito abalada por causa de sua condição, tanto física como psicologicamente. Mãe de duas crianças, com idades de 9 e 12 anos, ela sofreu muito por causa da rejeição social, especialmente quando foi abandonada pelo marido.
No entanto, sua vida mudou completamente, quando, um dia, estava sentada em uma praça, com a cabeça entre as mãos. “Uma mulher se aproximou de mim, viu meu rosto e perguntou se eu tinha uma foto minha. Como não tinha em mãos, fomos a uma loja registrar”, disse. “Mais tarde, ela me disse: não estou prometendo nada, mas vou fazer o meu melhor para te ajudar”.
A mulher em questão, trabalhava para uma fundação religiosa chamada Adra, que no momento, estava executando um projeto de saúde no Marrocos. O caso de Benhar, então, foi levado a um cirurgião de renome mundial no segmento de reconstrução e implantes, Dr. Pedro Cavadas. Como estava baseado em um hospital em Valência, a mulher precisou viajar até a Espanha para encontrá-lo.
Ele lhe contou se tratar de uma doença genética não tão rara, e prometeu uma cirurgia que poderia melhorar muito sua aparência. Assim, foram realizadas três operações para a remoção dos tumores, reconstrução do rosto e para colocar uma prótese ocular.
Benhar afirmou estar muito feliz e agradecida pela ajuda. Agora, ela está a caminho de sua casa no Marrocos para ver os filhos pela primeira vez em mais de um ano, período que durou todo o processo. A fundação Adra, que financiou todo o seu tratamento, também irá ajudá-la a encontrar uma nova casa e um emprego, para que ela possa cuidar de sua família.
A neurofibromatose é o nome de um certo número de doenças genéticas que causam edemas ou grumos na pele. Cerca de 50% dos diagnosticados herdaram a condição de um dos pais e a desenvolveram aleatoriamente a partir de uma mutação genética antes de nascer. Apesar da aparência alarmante, os crescimentos e inchaços – chamados neurofibromas e causados por um crescimento das células – não são cancerosos ou contagiosos, mas causam um impacto social e psicológico gigante na vida dos portadores.


Informações: Daily Mail 
Comentários
0 Comentários

Nenhum comentário :

Postar um comentário