Páginas

terça-feira, 29 de novembro de 2016

Diretor de hospital divulga estado de saúde dos sobreviventes após queda de avião com time do Chapecoense


Imagem de reprodução
Na tarde desta terça-feira (29), Guilhermo Molina Mesa, diretor geral do hospital San Juan de Díos, concedeu entrevista ao canal SporTV e deu detalhes do estado de saúde de três sobreviventes do acidente aéreo que vitimou parte do elenco da Chapecoense, que viajava à Colômbia para disputar a primeira partida da final da Copa Sul-Americana.

O diretor do hospital revelou que o jornalista Rafael Henzel, o zagueiro Neto e o lateral Alan Rusche passam bem após os primeiros atendimentos. Alan, por sinal, precisou de cirurgia e foi encaminhado para exames por haver a possibilidade de o atleta ficar paraplégico.“Alan chegou entre 2h30 e 3h com compressão de tíbia do membro inferior, com compressão abdominal e com fratura na vértebra dorsal 10. Ele foi levado para cirurgia para tratar de todas as fraturas. Foi considerada pertinente a ressonância e por isso, depois da cirurgia, em condições estáveis, ele foi para a clínica de Rio Negro para fazer exames para saber sobre sequelas nos membros inferiores por haver risco de perder os movimentos dos membros inferiores”, comentou o diretor ao canal de TV.




“Entre 2h e 2h30 da manhã chegaram vivos Rafael Henzel e um jogador de futebol da equipe do Chapecoense, Alan Ruschel, eles chegaram em estado muito mal. Henzel com problema respiratório severo, lesões no corpo, no pé. O paciente se estabilizou e neste momento encontra-se na unidade de cuidados intensivos da clínica”, contou Guilhermo sobre o jornalista.

O zagueiro Neto foi o último a ser socorrido com vida no local da queda do avião e está em procedimento cirúrgico para não sofrer com sequelas. “Neto chegou 6h45 desta manhã em estado muito severo com trauma encefálica, fratura exposta de membros, foi entubado, foram feitos exames também e neste momento ele está em cirurgia para que se garanta a sua vida”, explicou.
Segundo o médico, o goleiro Danilo faleceu e seu reserva, Jackson Follman, teve uma das pernas amputadas. O Danilo estava na clinica São Vicente, assim como o Jackson, e não na San Juan de Díos.





Informações: Torcedores. com
Comentários
0 Comentários

Nenhum comentário :

Postar um comentário