Páginas

sexta-feira, 14 de outubro de 2016

Rita Cadillac diz que não está na sarjeta e ameaça processar Porchat se conteúdo for ao ar


Imagem de reprodução - Jornal Ação Popular
Convidada a fazer uma participação no Programa do Porchat, a ex-chacrete Rita Cadillac abandonou a gravação assim que o apresentador do talk show lhe propôs que tirasse a roupa, ficasse apenas de shortinho e imprimisse seu famoso traseiro em um recipiente com cimento. "Nunca me senti tão humilhada. Eu não estou na sarjeta, estou tralhando. E, se estivesse na sarjeta, seria problema meu", desabafou ao Notícias da TV. Ela estuda processar o humorista Fábio Porchat caso o material, que compara a filme pornô, vá ao ar.
Rita conta que foi convidada pela produção do programa da Record para "participar de uma brincadeira". Porchat diria que ela tem a "urna" (bumbum) antiga, do tempo em que ele queria "pegar a Rita Cadillac". No sofá, a atriz reagiria, e a banda do programa, Pedra Letícia, começaria a tocar É Bom para o Moral, único sucesso de sua carreira, agora na trilha de A Lei do Amor, tema da personagem de Grazi Massafera, Luciane, uma ex-prostituta.
A banda, segundo Rita, teria começado a tocar Freak le Boom Boom, hit de Gretchen nos anos 1980. "Eu posso até ter confundido a música, como andam dizendo, porque era uma banda que estava tocando, não era um playback. Na hora, eu encostei no parapeito do cenário e falei para os músicos que eles tinham errado a música e a mulher". 
Rita afirma que continuou a brincadeira até que Fábio Porchat teria dito algo assim: "Agora você vai inaugurar a sarjeta da fama. Não tem a calçada da fama? Eu vou fazer a sarjeta da fama". A proposta deixou a ex-participante de A Fazenda indignada. "Eu saí do programa puta da vida, mas não chorando. Não estava combinado que eu faria a sarjeta da fama, porque eu não faria", desabafa.
A atriz compara o que sentiu durante a gravação do talk show à sensação que teve quando atuou em filmes pornôs. "Quando eu fiz o primeiro filme adulto, me senti muito pequenina. Saí do Programa do Porchat tão pequenina quanto", afirma.
Rita relata que não "teve entrevista" no programa. O incidente ocorreu logo no começo da brincadeira. "Eu saí tão humilhada que fui embora sem assinar o termo de autorização de imagem", diz. Por causa disso, caso a Record venha a exibir o material, ela pretende acionar na Justiça _não a emissora, mas o apresentador.

Informações: Uol

Comentários
0 Comentários

Nenhum comentário :

Postar um comentário

UOL Cliques