Páginas

quinta-feira, 13 de outubro de 2016

Mulher passa mal com dores no estômago e descobre bola de pelos de gato em sua genitália


Imagem de reprodução
Muitas pessoas estão acostumadas a dormirem com seus bichos de estimação na mesma cama. O que parece ser inofensivo, de fato acabou criando uma situação inesperada e desagradável para uma mulher chamada Michelle Barrow, de Baltimore, EUA, dona dos gatos Cricket e Donut.

Ao mencionar uma dor inexplicável em seu estômago durante uma consulta ginecológica, os médicos descobriram a existência de uma bola de pelos de gato de 5 centímetros dentro de seu órgão genital.
Segundo ela, o fato de dormir com os gatos em sua cama por anos pode ter resultado no caso. Os pelos teriam sido empurrados para dentro do órgão durante as relações sexuais, grudando no pênis de seu parceiro e transferindo-se para ela.
O caso foi relatado por ela mesma em uma revista feminina norte americana, em uma reportagem intitulada “Aconteceu comigo: meu ginecologista encontrou pelos de gato em minha vagina”. O texto foi discutido à exaustão na internet, tendo recebendo críticas de céticos que disseram se tratar de uma história falsa.
No entanto, Barrow negou as acusações, e disse que se fosse inventar uma história definitivamente não escolheria tal tópico. No texto ele explicou que costumava usar um dispositivo intrauterino como forma de contracepção, o que pode ter atrapalhado a saída dos pelos e originando a formação da bola.

Foto: Reprodução / Ny Mag

Durante a consulta, o relato dela fez o médico suspeitar da presença de cistos ovarianos, foi quando decidiu examinar sua vagina. “Ele iniciou o exame e mediamente começou a murmurar: o que diabos é isso?”, lembrou ela. O médico então perguntou se ela utilizava absorvente internos; ela respondeu com um ‘raramente’. Apesar disso ele insistiu que algumas fibras do absorvente poderiam ter ficados presas na parte superior de sua vagina. Assim, depois de solicitar um longo par de pinças e tesouras, ele começou a desalojar a formação, que não saiu com facilidade, de acordo com ela.
Logo, quando ele conseguiu remover a bola, ficou horrorizado ao descobrir pela mulher que eles tinham a mesma cor dos pelos do gato Donut. O médico então enviou uma amostra para o laboratório que voltaram com o resultado de “objeto estranho: tampão esquecido”. O laboratório não tinha capacidade técnica para analisar e classificar pelos de felinos.
“Minha teoria é que os lençóis foram os culpados. Não sou muito boa em fazer a cama todos os dias, e Cricket e Donut aproveitam”, disse ela. Agora, ela afirma que é muito mais exigente sobre a limpeza de seus lençóis e está ensinando os gatos a dormirem no porão.
Apesar de ser questionada pela veracidade da história, em uma entrevista a NY Magazine, ela disse não entender o porquê de as pessoas duvidarem e salientou que jamais inventaria algo do tipo. “Eu gostaria de ter tirado uma foto da bola de pelos”, disse ela. “Eu acho que a moral da história é que vaginas são loucos e misteriosos enigmas que nunca vamos realmente entender, então podemos apenas escrever e comentar sobre isso”, concluiu.

[ Daily Mail ] [ Fotos: Reprodução / Daily Mail ]
Comentários
0 Comentários

Nenhum comentário :

Postar um comentário