Páginas

sexta-feira, 7 de outubro de 2016

Esta grávida fez um ultrassom para acalmar seus medos. Mas quando o médico ficou pálido, o pânico realmente se instalou.


Imagem de reprodução
A australiana Lilly Munro e seu noivo Brodie Moles estavam animados esperando o nascimento de seu filho Lennox. Mas na 24ª semana de gravidez, Lilly começou a se sentir mal e soube que algo definitivamente estava errado. Ela foi ao médico para descobrir o que era. Durante o ultrassom, o médico dela ficou pálido de repente: o bebê de Lilly estava sofrendo uma complicação cardíaca e o parto teria que ser induzido imediatamente.


Lilly e Brodie correram para o hospital, ambos extremamente preocupados. Eles foram informados que nesse estágio da gravidez, a chance de sobrevivência do bebê deles era de 50%. No momento do parto, o pequeno Lennox pesava apenas 800 gramas.

Para aumentar suas chances de sobrevivência, os médicos enrolaram Lennox em um tipo especial de plástico que, para Lilly, se parecia com um saco para forno.

Youtube/Lilly Munro
O médicos asseguraram o casal que esse tipo de tratamento era padrão em casos como este e era necessário evitar que Lennox se resfriasse muito antes de ser colocado na incubadora. Isso é porque os bebês nascidos muito prematuros não conseguem regular a temperatura de seus corpos. Depois o garotinho foi ligado à uma enormidade de mangueiras e tubos, uma visão que Lilly só conseguia descrever como "uma imagem confrontante..."

Mas Lennox estava em boas mãos com esses médicos. Ele precisava de muitos cuidados e permaneceu no hospital por 111 dias, mas ele estava crescendo constantemente e se fortalecendo esse tempo todo.

Infelizmente, Lilly e Brodie ainda estavam lidando com desafios muito duros. Eles iam e voltavam de casa para o hospital para ficar com Lennox todo dia e Lilly ainda tinha mais três filhos para cuidar. O estresse da situação eventualmente teve seu preço e Lilly não conseguia mais trabalhar. Ela já tinha muito trabalho fornecendo leite materno ao pequeno Lennox a cada duas horas. Esse leite foi crucial para a sobrevivência dele porque não só o nutriu, como também fortaleceu seu sistema imunológico. Brodie assumiu as responsabilidades em casa e cuidou das outras crianças, mas ambos os pais ainda conseguiam passar todo o tempo vago no hospital para apoiar Lennox e sua luta pela sobrevivência. O jovem casal não podia passar a noite com Lennox porque o sistema do hospital era caro.

As coisas estavam financeiramente apertadas para o jovem casal também. Quando chegou no ponto de Lilly e Brodie não poderem mais pagar suas contas, eles começaram a se preocupar. Eles sabiam que precisavam fazer algo e decidiram compartilhar sua história na internet. A pessoas ao redor do mundo responderam e logo a família começou a receber ajuda de locais inesperados. Depois de apenas um mês, doações anônimas chegaram a mais de $5000 (aproximadamente R$16.200,00). A família ficou extremamente grata pela ajuda, mas eles também queriam reconhecer os talentosos profissionais médicos que cuidaram de seu filho. Como Lilly mencionou: "Esses médicos foram além do esperado... As enfermeiras aqui são incríveis."

Lennox sobreviveu e para Lilly e Brodie, ele é o seu "bebê milagroso". Os irmãos e irmãs dele também ficaram impressionados com esse pequeno guerreiro.

A família agora está completa e eles são mais felizes do que nunca. Lennox agora pesa quase 4 kg e está crescendo rapidamente. Nós só podemos esperar que a família tenha um futuro brilhante e que tenham muitas outra belas experiências juntos nos próximos anos.

Não Acredito
Comentários
0 Comentários

Nenhum comentário :

Postar um comentário

UOL Cliques