Páginas

terça-feira, 11 de outubro de 2016

Ela matou o pai e a mãe para ficar com a herança e agora vai ganhar filme sobre sua vida e ficar ainda mais rica


Imagem ilustrativa de reprodução
A Record está em negociações avançadas com Suzane von Richthofen para produzir uma série e um filme sobre a vida da assassina mais famosa do país, condenada pela Justiça a 39 anos de prisão por ter mandado o então namorado matar seus pais, em 2002, na casa em que viviam no Brooklin, na zona sul de São Paulo. A emissora ainda não definiu detalhes da produção, como duração, roteirista e elenco. Mas as negociações progrediram nas últimas semanas, o que deixou executivos da área artística animados.
Deborah Secco até agora é a atriz mais cotada para reviver Suzane von Richthofen. O sucesso ao interpretar Bruna Surfistinha fez os diretores da Record tentarem esta negociação que envolve R$ 1,5 milhão pela atuação e a participação de 8% dos lucros das bilheterias. Já Suzane von Richthofen teria pedido um adiantamento de R$ 3 milhões e participação nos lucros de 6% da bilheteria do cinema dos comerciais exibidos na TV, o que poderia render até R$ 10 milhões a Suzane.
Suzane von Richthofen costuma alavancar a audiência dos programas de TV. No ano passado, ela deu uma entrevista para a reestreia de Gugu Liberato na Record e falou de seu relacionamento homossexual com Sandra Regina Gomes. Realizada no presídio de Tremembé (SP), a entrevista deixou Gugu na frente da Globo durante meia hora e gerou uma crise de ciúmes nos bastidores da Record, que culminou com a saída do então diretor do programa, Vildomar Batista.
O respeito da Record ao acordo firmado por Gugu e Suzane mudou o humor da detenta. Além de dinheiro, Suzane está exigindo da Record o poder de vetar trechos do roteiro da série com os quais não concordar. Para a emissora, no entanto, isso não é um obstáculo intransponível.

Agência de Notícias
Comentários
0 Comentários

Nenhum comentário :

Postar um comentário