Páginas

quinta-feira, 15 de setembro de 2016

Homem é preso após jornalista morrer depois de não aguentar relação sexual.


Imagem de reprodução
Um caso tem intrigado o povo mexicano. De acordo com o site da RedeTV!, no fim de maio, um homem acabou sendo preso depois de ter relações sexuais com uma mulher. O caso aconteceu na capital do país, a Cidade do México. O preso foi identificado como Juan Ruiz Torres. Ele tem 32 anos de idade. A profissão do amante que levou sua amada à morte é jornalista. Já a vítima foi identificada pela mídia local como Tania Trinidad Paredes, de 23 anos. Os dois estavam no bem bom, quando tudo ocorreu. O corpo da jovem foi encontrado já sem vida por paramédicos.

Em depoimento aos profissionais da segurança do México, o jovem disse que tudo não passou de um acidente. Segundo ele, a mulher não foi violentada, mas os dois estava em movimentos mais intensos do que o normal. O jovem revela que sua amante pediu que ele fizesse sexo violento. Ela gostava, segundo o preso, de ser estrangulada e levar tapas enquanto ocorria a penetração. O preso foi além. Ele revelou que minutos antes da morte, a psicóloga pediu que ele continuasse a apertar o seu pescoço. “Ela só gostava assim”, disse ele. A informação foi confirmada pelo jornal Daily Mail.
Durante a sessão íntima, o homem foi ousado. Ele teria usado um cabo para estrangular a mulher. Nesse momento, ela perdeu a respiração e não voltou mais a vida. O preso relata que sua amanda teve um colapso, que morreu e ele ficou desesperado. No entanto, a Polícia desconfia que ele inventou a história bizarra para ter uma amenização da pena. A Perícia constatou depois de diversos exames que o pescoço da psicóloga foi quebrado e que essa foi sua causa da morte, confirmando a sessão de estrangulamento durante o sexo.
De acordo com a imprensa mexicana, antes de revelar que tinha um caso com a mulher, o jornalista negou o romance com a psicóloga. As evidências, no entanto, fizeram ele decidir mudar a história. Agora os investigadores querem saber até que ponto a mulher realmente gostava de sofrer na hora ‘H’. Por enquanto, nenhuma acusação formal foi feita contra o jornalista, mas ele chegou a ser preso preventivamente.

(Via agencia de noticia)
Comentários
0 Comentários

Nenhum comentário :

Postar um comentário