Páginas

segunda-feira, 26 de setembro de 2016

Esse menino deixa o seu país por dois anos. Quando ele volta, sua família não acredita no que vê!


Aviso: Devido a desfiguração extrema contida nesta história, alguns leitores podem achar as imagens perturbadoras.
Yahya El Jabaly é um menino de três anos que vive em Tânger, no Marrocos. Ele nasceu com parte do rosto faltando. Devido à complicações pré-natais que impediram seus ossos de se fundirem de forma normal, ele não tem olhos, maxilar superior, e há um buraco onde o seu nariz deveria estar.

Youtube / VideoInspirational

Por causa disso, ele enfrenta incontáveis desafios diariamente. Além de ser cego, ele não pode falar, e por isso não brinca com as outras crianças de sua aldeia. Os pais dele cobrem seu rosto quando saem em público para protegê-lo do olhar das pessoas. A família tentou de tudo para encontrar um cirurgião que concordasse em reconstruir o rosto do menino, mas foi em vão. Todas as pessoas com quem eles falaram disseram que a operação era muito arriscada e que Yahya poderia morrer. Mesmo sem os riscos da cirurgia, como uma boa parte do tecido interno de Yahya está exposta, ele sempre corre sério risco de infecção.
No entanto, através do poder da internet, tudo isso estava prestes a mudar. Um dia, um amigo do pai de Yahya tomou a iniciativa de postar uma foto do menino no Facebook pedindo ajuda.

Facebook/Moroccan Children's Appeal


Após meses de espera, uma resposta chegou do outro lado do planeta. Fatima Baraka, uma conterrânea marroquina que estava vivendo na Austrália, ficou comovida com a história do garotinho, que não vivia muito longe de onde ela nasceu. Tendo sobrevivido a um câncer de mama recentemente, ela decidiu tentar ajudar a família El Jabaly.
Fatima entrou em contato com um renomado cirurgião na Austrália, Tony Holmes, conhecido particularmente por ter separado com sucesso as gêmeas siamesas Trishna e Krishna, de Bangladesh. Para alegria de Fatima, o médico aceitou a missão.
"Eu acredito que seja o direito de todos parecerem humanos, e esta criança não parece humana", disse o Dr. Holmes.
A generosidade de Fatima não parou por aí. Ela acomodou a família na Austrália durante o período do tratamento e arrecadou dinheiro para pagar pelos custos da cirurgia. A família foi levada para Melbourne, onde conheceu Fatima e o doutor.
Fátima disse: "Ele entrou no meu coração. Eu estou apaixonada por esse garotinho... Eu não vejo uma criança deformada, eu só vejo essa criança bonita, essa bonita alma. Isso é tudo o que eu vejo."

Youtube / VideoInspirational

O pequeno Yahya teve que passar por uma bateria de exames para garantir que ele pudesse aguentar a operação. Felizmente, ele passou em todos os quesitos médicos, e a reconstrução craniofacial extrema logo foi marcada. O Dr. Holmes planejou juntar as duas partes da frente de seu crânio e moldar um nariz. Como as cordas vocais de Yahya estavam intactas, isso poderia dar a ele uma chance de falar.
A operação foi muito complicada e arriscada, mesmo para esse grande cirurgião australiano. Ele estava determinado a ajudar, mas sabia que havia uma chance do garotinho morrer se surgissem complicações imprevistas.



"Minha maior preocupação [era] se ele era ou não apto a passar pela cirurgia, nós realmente não sabemos como seu corpo e cérebro estão funcionando", disse o Dr. Holmes.
A primeira operação durou 20 horas e deu um novo rosto a Yahya.



Como você pode ver, o resultado foi extraordinário.
Facebook/ Fatima Baraka
Depois de 18 meses na Austrália, o menino de cinco anos está de volta em casa.
Facebook/Moroccan Children's Appeal
Há ainda várias operações menores que Yahya deve passar como parte da reconstrução, mas mesmo assim a qualidade de vida dele melhorou imensamente. Graças ao talento de uma dedicada equipe cirúrgica e, acima de tudo, a generosidade e o amor de uma desconhecida a quilômetros de distância, Yahya não precisa mais cobrir o rosto, e pode ficar sem medo e ser orgulhoso de quem ele é.

Não Acredito
Comentários
0 Comentários

Nenhum comentário :

Postar um comentário