Páginas

segunda-feira, 19 de setembro de 2016

Ela é uma jovem muito bonita. Mas, quando se despe na internet, alguns homens ficam com nojo dela.



Laura De, uma jovem belga, criou um falatório na internet quando postou uma foto no Facebook mostrando... os seus pelos nas axilas! O post se tornou viral e foi compartilhado mais de 2.300 vezes. Agora a página dela tem mais de 14.000 curtidas. No entanto, junto com esta vasta atenção, vem uma enxurrada de insultos.


Estes são apenas alguns dos comentários chocantes que ela recebeu:

"Se depila, garota porca!"

"Você é suja!"

"Você me fez vomitar 146 vezes!"

"Suas fotos são nojentas!"

e até: "Eu vou te matar, você é tão estúpida!"

... me desculpa mas, COMO ASSIM?

Magoada com os insultos coletivos, Laura decidiu reagir em um post no Facebook intitulado PAZ. Longe de ser intimidada, ela se apoderou de sua beleza, sem expressar nenhum ódio pelos seus agressores. "Amor e tolerância são as chaves da nossa luta", disse ela.





Sempre irão existir os bullies da internet. Ainda assim, não se pode negar que em nossa sociedade, a falta de pelo é aceita como a norma. Não se depilar é frequentemente considerado inapropriado, mesmo sem malícia. "Me dizem frequentemente que nós não precisamos mais de feminismo na Bélgica ou na França, que a mulheres tem direitos suficientes. Obviamente, toda essa agressão prova que isso não é verdade", comentou a jovem.
Facebook/Laura De

No final das contas, muitas pessoas foram criadas com uma imagem ideal de feminilidade, e tudo o que for diferente dessa imagem pode ser inicialmente chocante. Mas se fizermos as devidas considerações, a remoção de pelos é tudo menos natural: é dolorosa e causa vermelhidão, cortes e queimaduras. Sob essa perspectiva, a loucura realmente virou a norma!





É preciso muita coragem para se expor às críticas. Laura é plenamente consciente de quão cruel a web pode ser, mas ainda assim decidiu se colocar e mostrar que há outras maneiras de ser mulher. "Eu sou uma garota que decidiu fazer o que ela quiser com seu corpo. Assim como os meninos fazem."
Em um post subsequente, Laura disse que não é contra a remoção de pelos, mas prefere se posicionar a favor da importância de se ter escolhas pessoais. A revolução à tona é a que está focada na eliminação de insultos. "Na verdade, eu gostaria de ressaltar o fato de eu não ser absolutamente nem a favor nem contra a remoção de pelos. Eu acho que todos devemos poder escolher, só isso. Às vezes eu me depilo, às vezes não, o importante é que a escolha é minha."




Algumas mulheres removem seus pelos, outras preferem raspar os pelos à máquina, que diminui o pelo sem mutilar a pele. E existem outras que não tocam em nada. Qualquer que seja a escolha, ela pertence à mulher que a fez. Ninguém tem que temer o bullying psicológico ou julgamentos.






























Laura enfrentou o mundo com um sorriso radiante. Ela comenta: "Porque o meu sorriso evoca o quanto eu amo a vida.
Uma revolução no estilo mais gentil!

Não Acredito
Comentários
0 Comentários

Nenhum comentário :

Postar um comentário

UOL Cliques