Páginas

sábado, 2 de julho de 2016

Esta mulher dormia com uma cobra todas as noites, mas o que o veterinário disse foi macabro



A história a seguir foi postada no Facebook de Chris Planer. A veracidade dos fatos é discutida, mas não duvidamos de que tenha acontecido, pois muitas pessoas criam cobras como se fossem gatinhos e todas elas possuem instintos selvagens muito fortes. De qualquer forma, tiramos uma ótima lição. Vale a pena ler até o final!
Uma mulher tinha uma cobra de estimação que simplesmente amava muito
A cobra dormia na cama da dona todos as noites, e se deitava sobre todo o corpo da mulher


Até que um dia, a cobra parou de se alimentar. Então, a mulher levou seu bichinho para o veterinário
“A sua cobra tem dormido à noite com você ou tem se aconchegado muito perto, sempre se esticando bastante?”, perguntou o veterinário
A mulher disse que sim, que todos os dias isso acontece. A cobra se deita sobre todo o seu corpo, desde a cabeça até os pés. Ela permite pois acha que isso faz sua cobra se sentir bem
“Senhora, sua cobra não está doente, ela está se preparando para comer você! Ela vem te medindo todos os dias para ver se ela já cresceu o bastante para poder te devorar. E o fato de ela não se alimentar, é porque está guardando espaço para te digerir”, explicou o veterinário
Gente, que tenso! Evite dormir com cobras. Não parece nada seguro. Elas são animais e não é culpa delas – nem dos donos – que elas venham a agir como animais!
Só que também podemos aprender mais com essa história: Você precisa reconhecer as cobras que estão por aí. Só porque as pessoas se mostram próximas, amigas e dormem na sua cama, não quer dizer que suas intenções sejam boas.
Às vezes, a gente só quer fazer o bem e acabamos nos colocando em situações de risco, sem perceber. Deixamos que pessoas mal intencionadas se aproximem demais, pois pensamos que todos têm um coração bom como o nosso. Fique atento às cobras que te rondam todos os dias.

(Via agencia de noticia)
Comentários
0 Comentários

Nenhum comentário :

Postar um comentário