Páginas

segunda-feira, 20 de junho de 2016

Quando ele deixou seu cão para trás ficou com o coração partido e então tomou uma decisão que mudou tudo


O soldado americano Ken Wrysch, da Califórnia, estava em uma base militar no Iraque enquanto estava em serviço. Lá, um cão vira-lata apareceu um dia e foi levado para casa pelos soldados da base. Todos eles se apaixonaram pelo cachorrinho, que recebeu o nome de Ollie.




Mas, desde o início, o cão desenvolveu uma relação especial com Ken e, desde então, o soldado ficou com a responsabilidade de cuidar do animal. Os dois passavam todos os minutos que tinham juntos.


"Todo dia quando saíamos, ele estava lá. E ele estava lá todo o dia quando voltávamos", disse o soldado em uma entrevista. Não é de se surpreender que ele tenha ficado de coração partido quando ele teve que deixar o Iraque e voltar para os EUA.



Wyrsch sabia que ia ter que deixar seu amigo de quatro patas. Só de pensar nisso já o deixava preocupado, pois ele sabia quão sensível Ollie era, e ele não teria quase nenhuma chance de sobreviver naquele ambiente tão devastado.


Ele não conseguia esquecer de Ollie, então ele entrou em contato com a SPCA International, uma organização internacional de proteção animal. Ele esperava que eles fossem capazes de cuidar de todos os passos necessários para levar o cachorro para San Mateo, na Califórnia.


A SPCA realmente conseguiu abrir o caminho para levar o cão até o seu dono. Wrysch pôde pegar o seu amado animal no aeroporto em São Francisco, cheio de alegria. A cena do reencontro dos dois é muito emocionante. Ollie pula pra cima e pra baixo de pura alegria quando recebe uma abraço de seu dono.


Quando você vê as fotos você percebe que os dois foram feitos um para o outro e parece ter sido a melhor ideia do mundo ter levado o animal para a Califórnia. Aqui você também pode ver a história (em inglês):

Uma história de aquecer o coração com um final feliz para todo mundo.


Não Acredito

Comentários
0 Comentários

Nenhum comentário :

Postar um comentário