Páginas

quarta-feira, 29 de junho de 2016

Pit Bull mal tratado é encontrado com cabeça inchada e com corrente de 3 quilos no pescoço


Cão que estava com a cabeça inchada por causa da corrente, é resgatado, consegue ter a corrente retirada e segue se recuperando bem



Roxanne é uma cadela da raça Pit Bull que foi encontrada vagando sozinha pelas ruas de Columbia, na Carolina do Sul, Estados Unidos. Porém, a história tem ainda um forte agravante, o animal caminhava com uma corrente grossa de mais de três quilos presa em seu pescoço.
Ninguém sabe exatamente quanto tempo Roxanne ficou com a corrente presa e pendurada em seu pescoço, mas dada a situação que ela foi encontrada, imagina-se que foi tempo demais.
Quando foi encontrada a cadela estava com sua cabeça extremamente inchada por conta da corrente, que estava tão apertada que chegou a machucar feio o animal. Roxanne estava também bastante magra e a corrente já valia mais que 10% do peso da cadela.
Ao saber do caso, o grupo de resgate animal Rescue Dogs Rock NYC ficou chocado com o estado do cão e rapidamente se colocou a disposição para ajudá-lo e o levaram a um veterinário parceiro na região.



A remoção da corrente não foi uma tarefa fácil, muito pelo contrário. Foi um trabalho que precisou de muita cautela, pois a corrente teve que ser quebrada com a ajuda de um alicate pesado. Assim que a corrente foi retirada, Roxanne foi levada às pressas para uma cirurgia de emergência.
A corrente causou um grave machucado no pescoço da cadela, como grandes cortes abertos que já estavam ali por muito tempo. Os médicos estavam preocupados que ela pudesse sofrer algum tipo de hemorragia, mas isso não aconteceu. Além disso, Roxanne mostrou que estava bastante disposta a lutar pela sua vida.



A cirurgia correu bem e Roxanne está se recuperando. O inchaço inicial melhorou completamente e agora sua cabeça está normal novamente. A cadela chocou a todos com a forma calma como permaneceu durante todo o processo e pela forma rápida que está se recuperando.
Roxanne ainda está magra e tem um longo caminho a percorrer em termos de recuperação. Porém, sem dúvidas, a parte mais difícil já passou, e ela se mostrou um animal bastante forte. O que vem por aí vai ser fichinha para esta lutadora.

Direitos dos Animais
Comentários
0 Comentários

Nenhum comentário :

Postar um comentário

UOL Cliques