Páginas

quinta-feira, 16 de junho de 2016

Nova privada sem água pode transformar fezes humanas em energia


Imagem de reprodução

Cerca de 2,3 bilhões de pessoas no mundo vivem sem acesso a instalações sanitárias seguras e higienizadas, portanto, os cientistas no Reino Unido criaram um novo vaso sanitário barato, que produz energia e não utiliza água. Os pesquisadores programaram testes na África para o final deste ano.

A ecológica e prática Nano Membrane Toilet possui o apoio da Fundação Bill e Melinda Gates, e seu desenvolvimento levou 3 anos. Se os testes forem promissores, a tecnologia poderia ser usada em todos os lugares, de veículos militares até iates de luxo.
O principal do mecanismo do vaso sanitário é uma membrana nanotecnológica que separa a água vaporizada do resto dos resíduos, após acúmulo inicial. Este processo de limpeza substitui a água, através da remoção de patógenos enquanto o líquido está em estado gasoso. Por outro lado, partículas revestidas com a membrana conduzem à formação de gotículas de água limpa.
O sistema do parafuso de Arquimedes, então, entra em ação para enviar o conteúdo a uma segunda câmara, onde ele pode ser incinerado e transformado em cinzas e calor. Enquanto os detalhes desta segunda parte do processo ainda estão sendo finalizados, os designers dizem que o modelo deve ser capaz de produzir energia suficiente para abastecer todo o processo, com sobras para carregar pequenos dispositivos menores, como celulares.
A cinza restante pode ser utilizada como fertilizante, enquanto a tampa fechada com um mecanismo de rotação especial (que substitui a descarga) vai impedir que quaisquer odores indesejados possam escapar.
Os fabricantes dos vasos sanitários estão planejando distribuí-los através de um sistema de locação, o que traria menor custo para os usuários. Gana foi considerado como local para o primeiro ensaio.
A Nano Membrane Toilet foi desenvolvida por pesquisadores da Universidade de Cranfield, e foi recentemente anunciada como finalista na mostra Cleantech Innovate Showcase. “Estamos muito satisfeitos por ver esta solução inovadora ganhando reconhecimento nacional pela Cleantech Innovate”, disse uma das pesquisadoras da equipe, Elise Cartmell. “O aparelho tem potencial de mudar milhões de vidas, fornecendo acesso a saneamento seguro e acessível”.





Science Alert ] [ Foto: Reprodução 
Comentários
0 Comentários

Nenhum comentário :

Postar um comentário

UOL Cliques