Páginas

quinta-feira, 9 de junho de 2016

Ele não para de crescer. Quando os médicos descobrem o motivo, os pais têm que agir rápido.


Jacob Miller, de 15 anos, está em um hospital de Cincinnati (EUA). O adolescente precisa urgentemente de uma cirurgia. Com esta intervenção cirúrgica, os médicos têm como objetivo solucionar o seu problema físico, que acompanha o jovem desde o nascimento: obesidade mórbida. Ele tem apenas 15 anos mas pesa absurdos 320 kg.



Mesmo tendo sido um bebê prematuro, Jacob pesava 5,5 kg quando nasceu. Aos 12 meses, ele pesava 23,5 kg, e, como se já não fosse suficiente, a cada anos, ele continua a ganhar 45 kg adicionais, em média. Quando ele fez 15 anos, tinha inacreditáveis 320 kg e 1,95 m de altura.

Seus pais se preocupam com a saúde do filho, e com razão. Tamanho excesso de peso causa uma grande sobrecarga em seus órgãos internos. A lista de complicações médicas que ele tem é infinita: problemas respiratórios e cardiovasculares, gordura no fígado, pernas inchadas e diabetes. A obesidade de Jacob está aos poucos começando a matá-lo. Os Millers estão procurando desesperadamente por uma resposta para os problemas do filho.

A obesidade de Jacob não é resultado de falta de auto-controle. Os médicos atribuem o seu excesso de peso a uma desordem hormonal congênita, mas encontrar o tratamento adequado para isso pode levar até 15 anos. No Centro Médico do Hospital Infantil de Cincinnati, eles recomendam que Jacob passe por uma cirurgia bariátrica, ou seja, uma redução de estômago. Após a operação, Jacob terá que fazer sua parte e passar por uma dieta restrita para perder peso. Antes da intervenção cirúrgica, ele já havia conseguido perder 35 kg. A operação de Jacob foi em 15 de julho de 2013.


Depois de três horas e meia, Jacob sobrevive à cirurgia. Os cirurgiões reduziram o estômago dele ao tamanho de um ovo para limitar a ingestão de caloria. Claro, ele tem que mudar a alimentação completamente e começar a fazer exercício para perder peso. O caminho de Jacob é longo e árduo, mas ele recebe ajuda de nutricionistas, fisioterapeutas, assim como da família e dos amigos.



Três meses depois da operação, Jacob volta à escola, onde seus colegas de classe ficam sem palavras com a sua transformação. Em um período tão curto, ele conseguiu perder 68 kg! Todo mundo está orgulhoso dele e ele ficou emocionado que seus amigos tenham ficado ao seu lado, como ele diz "nos bons e maus momentos". Abaixo você vê as fotos antes (esquerda) e um ano depois da operação (direita).


Dá pra perceber que Jacob é engraçado e muito querido pelos seus colegas. Não é de se surpreender que, por trás do seu grande exterior, esteja um jovem legal, inteligente, esperto e cativante. Em um baile da escola, Jacob toma coragem para chamar uma menina para dançar com ele pela primeira vez em sua vida, algo inimaginável há um ano. Sua parceira de dança sabe que o determinado Jacob é uma excelente companhia e aceita o convite com prazer.

Aqui você pode ver a transformação de Jacob (em inglês):



Apesar dos avanços médicos, ainda não há tratamentos para a obesidade anormal. Mas Jacob está abrindo caminhos com a sua transformação. Quem sabe como ele vai estar quando fizer 18 anos? Vamos cruzar os dedos para que, apesar de qualquer contratempo ou dificuldade, ele persevere e não deixe nada abatê-lo. Continue assim, Jacob!

Não Acredito
Comentários
0 Comentários

Nenhum comentário :

Postar um comentário

UOL Cliques