Páginas

segunda-feira, 23 de maio de 2016

Esta mulher de 56 anos não tem vergonha do seu corpo. Ela apareceu de biquini e as pessoas ao redor do mundo pararam para olhar.


Muitos assinantes da revista de esportes "Sports Illustrated", esperam ansiosos por uma edição em particular todo ano: a de roupas de banho, que apresenta muitas beldades em trajes mínimos. Este ano, os editores quiseram fazer algo diferente para mudar a percepção atual da coisa.



Desde que foi publicada pela primeira vez, em 1964, esta edição é igualmente esperada e temida. Muitas pessoas amam as fotos das lindas mulheres e lugares lindos, mas muitas outras acham que as imagens são ofensivas e criticam a apresentação de padrões de beleza não realistas, a imagem do corpo "ideal". Mas mesmo assim, é uma honra para as modelos serem escolhidas para a foto da capa. A famosa modelo alemã, Heidi Klum, fez uma aparição maravilhosa em 1998.



Mas os editores decidiram tentar rebater algumas críticas. Este ano, eles escolheram uma modelo muito especial: Nicola Griffin, de 56 anos.

Twitter/NZHViva

Ano passado, eles optaram por uma modelo plus size para a capa, e este ano deram um outro grande passo. Nicola Griffin é, de longe, a mulher com mais idade a aparecer em qualquer edição de biquíni. Ela é, facilmente, 20-30 anos mais velha do que as modelos que já foram capa, mas ainda assim está com tudo em cima.


Havia mais duas modelos inesperadas na sessão de fotos feita no Caribe: Ashley Graham, 28 anos, e Philomena Kwao, 26 anos, de Gana. As duas mulheres são plus size, para os padrões da referida revista, mas Nicola é muito confiante, "Não basta ter 20 anos e 1,80m. Isso fica chato com o tempo. Nós todos temos idades e tipo s diferentes. Isso é o que faz uma mulher de verdade."


Eu acho que a maioria vai concordar que estas fotos provam que Nicola está certa.


No início, Nicola ficou nervosa ao redor de tantas mulheres bonitas e jovens, mas rapidamente começou a sentir como se elas fossem parte de uma grande família, ela disse. Suas filhas, já adultas, ficaram muito orgulhosas, mas Nicola admite que "ser chamada de "a mulher mais velha", fez eu me sentir como se tivesse 80 anos."


Ela deixou a carreira de modelo há 3 anos, mas Nicola ainda trabalha para encorajar campanhas a considerarem usar mulheres diversas e realistas. E ela é um ótimo exemplo de que mulheres de todas as idades podem ser (e se sentir) bonitas. Seja estando de biquíni...


... ou não.


Bravo! Esperamos que as revistas e as marcas sigam o exemplo e comecem a dar uma diversificada com mulheres "normais", fazendo com que isso seja a norma, ao invés deexceção. Nosso aplauso a estas mulheres maravilhosas.

Não Acredito
Comentários
0 Comentários

Nenhum comentário :

Postar um comentário

UOL Cliques