Páginas

quinta-feira, 19 de maio de 2016

Crise na Venezuela deixa hospitais imundos, sem remédios e com pacientes jogados pelo chão




Imagens chocantes feitas pela fotógrafa Meridith Kohut, do jornal norte-americano New York Times, mostram o impacto da crise econômica e de abastecimento no sistema de saúde da Venezuela. Os centros médicos do país estão sem sabonetes, antibióticos, luvas e aparelhos de raios-x, entre outras coisas. Em meio ao caos, cirurgiões e médicos lutam para manter os pacientes vivos.


Com os preços do petróleo — uma das maiores fontes de renda da Venezuela — em baixa no mercado internacional, diversos recursos básicos, como eletricidade, alimentos e papel, estão sendo racionados no país latino americano.
Meridith retratou um pouco do caos na saúde pública do país, por meio de imagens de alguns dos principais hospitais da Venezuela
As imagens mostram pacientes se equilibrando em camas e macas quebradas, com sangue seco em seus corpos.

Mas nem todos têm a sorte de conseguirem camas — a maioria está encolhida no chão dos hospitais, enquanto as crianças ficam jogadas entre caixas de papelão sujas nos corredores.
Este homem está com metade de seu crânio faltando há mais de um ano, depois de ter sofrido um grave acidente há um ano atrás. Ele ainda está à espera de tratamento pós-cirurgico.
Nas últimas semanas, centenas de venezuelanos saíram às ruas em várias regiões do país para protestar pela falta de produtos básicos e a deficiente distribuição de alimentos.
De acordo com a imprensa local, a população alega que o fornecimento de água só acontece duas ou três vezes por semana, e também que os apagões de luz, durante várias horas ao longo do dia são frequentes Nesta terça-feira (17), o Parlamento venezuelano, onde a oposição tem maioria, rejeitou o estado de exceção e de emergência econômica decretado pelo presidente Nicolás Maduro decretado no início da semana.


Imagens chocantes feitas pela fotógrafa Meridith Kohut, do jornal norte-americano New York Times, mostram o impacto da crise econômica e de abastecimento no sistema de saúde da Venezuela. Os centros médicos do país estão sem sabonetes, antibióticos, luvas e aparelhos de raios-x, entre outras coisas. Em meio ao caos, cirurgiões e médicos lutam para manter os pacientes vivos Imagens chocantes feitas pela fotógrafa Meridith Kohut, do jornal norte-americano New York Times, mostram o impacto da crise econômica e de abastecimento no sistema de saúde da Venezuela. Os centros médicos do país estão sem sabonetes, antibióticos, luvas e aparelhos de raios-x, entre outras coisas. Em meio ao caos, cirurgiões e médicos lutam para manter os pacientes vivos.

Informações: R7
Comentários
0 Comentários

Nenhum comentário :

Postar um comentário