Páginas

quarta-feira, 27 de abril de 2016

Os operários ouvem um choro por trás da parede. O que eles tiram de lá, 16 horas depois, é um verdadeiro milagre!


Imagem de reprodução
Durante o verão de 2014, uma equipe de resgate de Aleppo, na Síria, ouviu um choro vindo de trás da parede de um edifício bombardeado. Sem hesitar, eles começaram a tentar quebrar o muro para ver o que estava preso ali dentro.





Assista ao vídeo:


Durante 16 horas, os homens trabalharam incansavelmente para tirar dali o que quer que estivesse produzindo aqueles gritos agonizantes. Veja neste vídeo o que eles retiraram dos detritos:
Este bebê foi enterrado vivo depois de um ataque ao edifício onde ele morava. Você pode ver a sua pequena cabeça cheia de sangue e poeira, enquanto um dos trabalhadores o puxa gentilmente através de um estreito buraco. No entorno, os outros homens gritam "Deus é grande".
O nome do pequeno menino de 2 meses é Mahmud Ibildi e ele foi devolvido à sua mãe, que também ficou ferida no bombardeio. Infelizmente, a mulher perdeu seu marido e sua filha mais velha nesta tragédia. O vídeo foi postado por um grupo que se autodenomina "A Defesa Civil de Aleppo". Esta foto mostra o bebê com seu salvador:
É um verdadeiro milagre que Mahmud tenha saído praticamente ileso deste acidente, mesmo após passar várias horas emparedado vivo! Tudo graças ao trabalho árduo da Defesa Civil da Síria, que tem mais de 2.900 voluntários. Eles atuam em todo o país, salvando vidas e trazendo esperança para uma região devastada por anos de guerra civil.


Comentários
0 Comentários

Nenhum comentário :

Postar um comentário