Páginas

quinta-feira, 28 de abril de 2016

Fumante tende a ficar mais tempo desempregado, aponta estudo


Imagem de reprodução
Fumar um cigarro para relaxar é a desculpa de muitas pessoas, principalmente em tempos difíceis como esse que enfrenta o Brasil. Mas parece que isso não é uma boa ideia…
Um estudo da Universidade Stanford comprovou que quem fuma e está procurando emprego tem mais dificuldade de se recolocar no mercado de trabalho do que os não fumantes.
Os pesquisadores acompanharam 217 pessoas desempregadas e chegaram a conclusão que quem não fuma tem 30% a mais de chances de conseguir um novo trampo.
A dificuldade pode estar atrelada ao fato de que um fumante pode ter um custo maior para uma empresa por conta das possíveis saídas para fumar durante o horário de trabalho que o tornam menos produtivo do que um não fumante. Além disso, existe a possibilidade de que as pessoas tem se tornado cada vez mais intolerantes com o ato de fumar.
Bom, tá aí uma janela de oportunidade para os fumantes desempregados. Aproveite que a crise tá foda, largue o cigarro, economize uma grana e aumente sua chance de conseguir um emprego.

Brasil verde e amarelo
Comentários
0 Comentários

Nenhum comentário :

Postar um comentário

UOL Cliques