Páginas

terça-feira, 26 de abril de 2016

Esse bonsai resistiu à bomba atômica de Hiroshima; veja


A cidade de Hiroshima, no Japão, foi atacada no dia 6 de agosto de 1945 por uma bomba atômica enviada pelos Estados Unidos. A explosão resultou na morte de 66 mil pessoas em um raio de 600 metros.
O curioso é que, após a explosão, um bonsai que época tinha 320 anos de idade resistiu aos danos devastadores. A planta que você vê na foto data de 1625, e foi doada pelo mestre de bonsais Masaru Yamaki para o Arboreto Nacional dos Estados Unidos. Os Yamakis tinham um berçário a 3km do local da explosão: mas longe o suficiente para resistir ao impacto, bem como os Yamakis que estavam dentro da casa ao lado.


“Eu acho sensacional que Masaru Yamaki tenha nos presenteado um bonsai como esse para aqueles que são, em termos, seus inimigos”, disse Felix Laughlin, presidente da Fundação Nacional de Bonsais dos EUA. “Eu me emociono só de falar sobre isso”.
Esse tipo de planta necessita de muito cuidado e atenção para garantir sua longevidade: água todos os dias, inspeção para evitar insetos, rotação no sol duas vezes por semana e troca de potes. No entanto, para o atual responsável pela planta, Jack Sustic, é uma grande honra. “Um dos fatores que faz isso tão especial é que, se você parar para pensar, alguém cuida dessa planta todos os dias desde 1625′, disse.
Para proteger o bonsai durante o inverno, ela foi movida para uma sessão controlada do museu.

Curingo
Comentários
0 Comentários

Nenhum comentário :

Postar um comentário

UOL Cliques