Páginas

terça-feira, 26 de abril de 2016

Essa menina de 7 anos fugiu de casa para ir à farmácia. O que ela foi comprar é de partir o seu coração!



Às vezes, há coisas do destino que ninguém consegue explicar… Esta é história de Tess, que comprou um pequeno milagre para o seu irmão, e por tão pouco dinheiro.
Tess é uma alegre menina de 7 anos que vive com a mãe, o pai e o irmãozinho, Andrew, nos Estados Unidos. Eles eram uma família feliz, mas um dia, a menina ouviu os pais a conversar baixo sobre seu irmão…
Ela percebeu que ele estava gravemente doente e que a situação financeira dos seus pais estava na corda bamba. Eles tinham planos de se mudar para um apartamento pequeno para conseguir aguentar o aluguer e as contas médicas.
A única coisa que poderia salvar o menino era uma cirurgia cara. Tess ouviu seu pai dizer: “apenas um milagre pode salvar o Andrew agora”. Então, a pequena teve uma ideia.
A menina foi para o seu quarto e pegou no seu pequeno cofre. Ela o esvaziou e cuidadosamente contou cada moeda uma, duas, três vezes, só para ter certeza. Depois, as colocou de volta no cofre e saiu de casa na ponta dos pés com as suas economias.
Ela andou por seis quarteirões até chegar à farmácia. Tess esperou pacientemente pela sua vez, mas o farmacêutico estava tão distraído na conversa com outro cliente, que nem notou na menina. Nem mesmo quando ela bateu o pé e limpou a garganta. Só quando ela colocou algumas moedas no balcão é que o homem olhou para ela.
Irritado, ele perguntou: “O que quer? Eu estou a conversar com o meu irmão, que eu não vejo há muito tempo.” Tess respondeu sem pestanejar: “Eu também tenho um irmão. Ele está muito doente e eu quero comprar um milagre para ele”.
O farmacêutico ficou confuso ao princípio, então a menina explicou: “Meu irmão chama-se Andrew e tem algo mau a crescer na cabeça. Meu pai diz que só um milagre pode salvá-lo. E eu quero saber quanto custa um milagre.”
“Desculpa, menina, mas nós não vendemos milagres aqui”, ele disse com a voz mansa. “Infelizmente, eu não posso ajudar-te”, acrescentou o farmacêutico.
Tess respondeu: “Por favor, eu tenho dinheiro. Se não for suficiente, eu vou buscar mais. Só quero que me diga o preço.”
Então, o irmão do farmacêutico baixou-se e perguntou que tipo de milagre Andrew precisava. “Eu não sei”, admitiu a menina. “Mas ele precisa ser operado e meu pai não pode pagar, então eu pago.” Disse ela, segurando com vontade o seu cofre.
O homem perguntou quanto ela tinha. “Um dólar e onze centavos”, disse Tess. “Isso é tudo o que eu tenho.” O homem riu, “Que coincidência, este é o preço exato do milagre para o seu irmão.”
Ele pegou o dinheiro dela e a ajudou a encontrar o caminho de volta para casa. Chegando lá, a sua família descobriu que este homem era um neurocirurgião conhecido. Ele se ofereceu para operar Andrew de graça, salvando a vida do menino.
Os pais ficaram sem palavras. Eles se perguntaram qual seria o custo verdadeiro da cirurgia, mas Tess apenas riu. Ela sabia exatamente o valor: $1,11.
Que caso perfeito de encontro orquestrado pelo destino. Tess ouviu a sua intuição e realmente foi guiada por um anjinho da guarda. O pequeno Andrew está bem melhor agora, e a menina aprendeu que milagres podem sim acontecer.

(Via agencia de noticia)
Comentários
0 Comentários

Nenhum comentário :

Postar um comentário

UOL Cliques