Páginas

quinta-feira, 28 de abril de 2016

Chinesa de 92 anos e com barriga inchada vai ao médico. O que encontraram em seu corpo surpreendeu todos, menos ela.


Imagem de reprodução
Esta história parece saída de um filme de ficção científica, mas aconteceu de verdade na China.
Aos 92 anos, a chinesa Huang Yijun reclamava havia muito tempo de terríveis dores na barriga. Finalmente, ela resolveu ir ao médico. E o que ela descobriu lá deixou todos completamente arrepiados.




E o que é ainda mais assustador: ela já suspeitava havia muito tempo do diagnóstico.
Um bebê, do qual ela havia engravidado em 1948! A explicação? Por uma anomalia na gestação de Huang, o feto não se desenvolveu no útero, mas à caminho dele, onde ficou preso quando ainda era um óvulo. Normalmente esta é uma condição muito perigosa, mas Huang surpreendentemente sobreviveu sem nem mesmo ter retirado o feto da barriga.


À época, ela não tinha dinheiro para fazer a cirurgia e portanto decidiu deixar o feto ali mesmo onde estava. Por 60 anos. Em uma forma de autoproteção, o corpo de Huang encapsulou e mumificou o feto dentro de sua barriga. Dessa maneira ela pôde viver durante 60 anos com ele em seu ventre.


As surpresas que a natureza pode nos pregar são realmente inacreditáveis. Casos como o deste “bebê de pedra” são raríssimos de acontecer. E ainda mais completamente desenvolvido e dentro de um outro corpo, como ocorreu com Huang, é algo praticamente sem precedentes. Compartilhe esta história excepcional.

Não Acredito
Comentários
0 Comentários

Nenhum comentário :

Postar um comentário

UOL Cliques