Páginas

quarta-feira, 3 de fevereiro de 2016

Templo satânico ignora ameaças e realizada festa para apresentação de monumento ; veja as fotos


Foto por Matt Anderson.


Apesar de protestos, ameaças de morte e uma chuva torrencial, o Templo Satânico revelou seu monumento de nove toneladas e três metros de altura do Baphomet no sábado, em Detroit. A estátua foi revelada para uma multidão de centenas de pessoas logo antes da meia-noite, numa festa secreta realizada num espaço industrial no centro da cidade.
Chamada de "a obra de arte contemporânea mais controversa e politicamente carregada do mundo" num comunicado à imprensa, o Templo manteve o local da revelação em segredo para evitar a aparição de manifestantes religiosos.
"Foi quase impossível realizar o evento", disse o porta-voz do Templo Satânico Doug Mesner à VICE, no domingo. O principal dos vários problemas enfrentados pelo grupo foi encontrar um local para a festa.



Foto por Matt Anderson.

O local original, a casa de jazz e blues Bert's Warehouse, recuou depois de várias ameaças de violência e reação negativa da comunidade – alegando depois que "não sabíamos que eles estavam envolvidos em adoração do demônio". Outra casa cancelou o evento três dias antes, e a localização final foi fechadas horas depois.

Foto por Matt Anderson.
Depois de várias ameaças, os organizadores bolaram um esquema elaborado envolvendo vários postos de controle. Horas antes do evento, os participantes receberam um e-mail com um endereço, que servia como primeiro posto de controle e local de disfarce. Lá os convidados eram revistados e recebiam outro endereço, onde alguém os guiaria até o local secreto quando eles dissessem a senha.
"Achamos que fazer os participantes venderem a alma para Satanás afastaria gente supersticiosa radical."
Os convidados também tiveram que vender a alma para o Diabo antes de entrar no evento. 
"Achamos que fazer os participantes venderem a alma para Satanás afastaria gente supersticiosa radical, pessoas que quisessem minar o evento", disse Mesner.
Apesar de três ameaças na internet, os manifestantes que apareceram no local falso se comportaram até que bem. Uma picape deu a volta no quarteirão com uma estátua de um anjo segurando uma espada. Uma mulher jogou água-benta nas pessoas que estavam na fila. Um grupo cantou hinos em frente ao prédio. Em certo momento, uma mulher tentou bloquear a entrada com um grande cartaz; a polícia chegou logo depois e a escoltou para fora da propriedade.
Foto por Matt Anderson.

No local final – um prédio antigo pós-industrial sem ar-condicionado – uma chuva pesada fez um ralo no meio da pista de dança transbordar. Os organizadores secaram isso rapidamente com um rodo. (A chuva acabou ajudando o Templo Satânico, esfriando o local e possivelmente afastando mais manifestantes.)
A revelação da estátua começou com um sermão do cofundador do Templo Satânico, Malcolm Jarry, e Mesner leu uma declaração colocada entre as páginas da Bíblia, ladeado por dois homens segurando velas. Os dois homens tiraram o pano que cobria o monumento (e começaram a se beijar) e Mesner rasgou páginas da Bíblia e as jogou no público. Mais tarde, os convidados VIP puderam tirar uma foto no colo de Baphomet, com os outros participantes cercando Mesner para pedir autógrafos nas páginas rasgadas da Bíblia.

Foto por Chris Switzer.

A tensão entre o Templo e a comunidade cristã de Detroit vinha crescendo desde junho, quando o grupo anunciou que o monumento seria revelado na cidade. Mesner disse que ligou diversas vezes para o organizador do protesto do sábado – o Pastor David Bullock, famoso pelo reality show Preachers of Detroit – para pedir que ele condenasse publicamente as ameaças de violência ao Templo. Em vez disso, Bullock postou um vídeo em sua página do Facebook com som de tiros e gráficos manchados de sangue , pedindo que os cristãos locais se encontrassem no Bert para rezar por Detroit.

"É um objeto muito polêmico e carregado politicamente", disse Mesner. "Foi engraçado ver o contraste entre os manifestantes, chorando porque achavam que um grande mal estava sendo trazido ao mundo, e algumas das pessoas durante a revelação emocionadas, porque acreditam que essa é a realização de algo pelo que elas vinham lutando há muito tempo."

Agora, a estátua está a caminho de um local de armazenamento secreto, onde vai esperar pelo próximo passo. A estátua foi concebida originalmente para ser colocada ao lado do monumento dos Dez Mandamentos em frente ao capitólio de Oklahoma, mas a Suprema Corte estadual declarou o monumento dos Dez Mandamentos inconstitucional recentemente – uma decisão impulsionada pela pressão do Templo Satânico, acredita Mesner. Mas a guerra ainda não acabou, com o procurador-geral do estado pedindo o arquivamento do processo e a governadora Marry Fallin afirmando que os legisladores estão trabalhando para mudar a Constituição estadual.

Ano passado, Mesner descreveu a estátua de Baphomet para a VICE como "parte homem, parte animal; aponta para cima, aponta para baixo; as pernas estão cruzadas; tem um pentagrama invertido na cabeça e atrás dela e o Caduceu em seu colo, representando equilíbrio e reconciliação". O Templo Satânico afirma que seu Satanás é metafórico e não uma divindade, dizendo em seu site que "abraçar o nome Satanás é abraçar o questionamento racional, separado do sobrenatural e superstições arcaicas".

"A ideia da reconciliação de opostos é que eles não precisam entrar em guerra um com o outro, mas coexistir num estado de entendimento", disse Mesner. "Essa é a verdadeira mensagem que queríamos passar colocando isso ao lado dos Dez Mandamentos. Acho que é uma mensagem que vale a pena ser ouvida."



Por Vice
Tradução: Marina Schnoor
Comentários
0 Comentários

Nenhum comentário :

Postar um comentário