Páginas

terça-feira, 2 de setembro de 2014

Qual a pior droga do mundo?



Há aproximadamente 10 anos, começaram-se a notar em meados da Rússia que pacientes em hospitais pacientes que chegavam com marcas no corpo que apresentavam pedaços de carne de uma coloração escura e começavam a descamar, como a pele de um crocodilo.

Foi descoberto, então, que as feridas estavam sendo causadas por uma nova droga que se considerava pior que a heroína: a krokodil. Embora a palavra ”krokodil” signifique crocodilo, há quem diga que esse nome foi dado a droga devido a uma substância de um dos compostos da droga, a alfa-clorocodida.
A krokodil é uma droga bastante fácil de ser produzida, pois os seus ingredientes podem ser encontrado em farmácia e a droga ser cozinhada em casa.  A preparação da krokodil consiste em moer as pílulas de codeína e misturá-las com iodo, ácido clorídrico e outras substâncias químicas. Em seguida, precisa ser aquecida.
O ingrediente ativo da krokodil é a codeína, um opioide leve que pode ser encontrado com facilidade em muitos países. Os usuários misturam a codeína com uma série de outros ingredientes, como thinner, ácido clorídrico, fósforo (que eles raspam de caixas de fósforo), entre outros. O resultado acaba sendo um líquido amarelo com um forte cheiro de ácido.

Em 2005, agência de narcóticos da Rússia afirmou ter registrado apenas um caso de uso da substância. Já em 2011, somente no primeiro trimestre foram confiscados mais de 65 milhões de doses. A proibição da venda de codeína nas prateleiras aconteceu em 1º de junho de 2012 e fez com que os números diminuíssem consideravelmente e agora os dependentes procuram o ingrediente da droga no mercado negro.
Na imagem acima, podemos ver a droga já pronta para ser usada. E na imagem de abertura, apresenta-se Oxana, 33 anos, preparando a droga.
Abaixo há o vídeo de uma garota russa sob os efeitos da droga.



Fonte: Fatos Desconhecidos
Comentários
0 Comentários

Nenhum comentário :

Postar um comentário

UOL Cliques